Costa diz que dinheiro gasto nos incêndios faz falta na PSP e na GNR

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Ir em baixo

Costa diz que dinheiro gasto nos incêndios faz falta na PSP e na GNR

Mensagem por Croco em Qua 16 Ago 2017, 17:09

Costa diz que dinheiro gasto nos incêndios faz falta na PSP e na GNR
O primeiro-ministro, António Costa, disse, este domingo, que as verbas que são alocadas ao combate a incêndios florestais, em aluguer de aviões e equipamento de bombeiros, são desviadas da segurança interna.

"O dinheiro que o Ministério da Administração Interna consome no aluguer de meios aéreos, no equipamento de bombeiros, na formação de bombeiros, na constituição de equipas profissionais, não é dinheiro que se está a desviar da prevenção. É dinheiro que se está a desviar da segurança interna", disse António Costa aos jornalistas.

Intervindo à margem de uma visita à base aérea de Monte Real, distrito de Leiria, onde se deslocou para agradecer o contributo das tripulações dos meios aéreos de Marrocos, Itália e Rússia no combate aos incêndios em Portugal, o primeiro-ministro frisou que o dinheiro para combater fogos não é investido em instalações e esquadras da GNR e PSP, cujas condições "são uma vergonha nacional".

O primeiro-ministro disse que, além das instalações, é necessário investir nas condições dos polícias e dos guardas (da GNR), "que têm péssimas condições de trabalho", aludindo também à falta de pessoal, que "é necessário aumentar".

"E é à custa do desvio desses dinheiros da segurança interna para estes meios [de combate a incêndios], que tem sido suportado este investimento", reafirmou.

António Costa disse ainda que há "uma ideia muito errada, que é a ideia de que se investe pouco na prevenção [de incêndios florestais], porque se gasta muito no combate. Pois eu digo-lhe o contrário, gasta-se muito no combate, porque se gasta pouco na prevenção", alegou, em resposta à pergunta de uma jornalista.

"É necessário que se passe a investir na prevenção, e é isso que vai passar a ser feito", argumentou.

Na visita à base aérea de Monte Real, o primeiro-ministro deixou ainda uma "saudação e alento" aos bombeiros voluntários, que classificou de "grande riqueza do país" e "espinha dorsal" da Proteção Civil, e também a todos, entidades e populações, os que estiveram "sujeitos a uma enorme pressão", no combate aos fogos da última semana.
http://www.jn.pt/nacional/interior/costa-diz-que-dinheiro-gasto-nos-fogos-faz-falta-na-psp-e-na-gnr-5339149.html
avatar
Croco
Major
Major

Masculino
Idade : 49
Profissão : Militar da GNR
Nº de Mensagens : 7930
Mensagem : "As maiores virtudes do homem são: A honestidade e a humildade"

Meu alistamento : 1991 CIP

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Costa diz que dinheiro gasto nos incêndios faz falta na PSP e na GNR

Mensagem por COELHO.X em Qua 16 Ago 2017, 17:35

Então é fácil Sr. Primeiro Ministro, tem competência mude já o que está mal!!! desorientado desorientado :desorientado:blá blá blá blá blá......
avatar
COELHO.X
Tenente
Tenente

Masculino
Idade : 39
Profissão : GNR
Nº de Mensagens : 4914
Mensagem : Passam Céleres Altivos e Impenetráveis..é a Cavalaria que Passa!
"Para ter inimigos, não precisa declarar guerras, apenas diga o que pensa..."

Martin Luther King

Meu alistamento : (1999) Século Passado!!Há pois é.


Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Costa diz que dinheiro gasto nos incêndios faz falta na PSP e na GNR

Mensagem por Guarda que anda à linha em Qua 16 Ago 2017, 18:06

"O primeiro-ministro disse que, além das instalações, é necessário investir nas condições dos polícias e dos guardas (da GNR), "que têm péssimas condições de trabalho", aludindo também à falta de pessoal, que "é necessário aumentar".

Pois é Sr. PM! E quando é que esse processo da falta de pessoal teve inicio e quem é que o iniciou?

Não teria sido em 2005, na altura em Vª EXª era MAI, através do DL 159/2005 de 20 de setembro, em que se reduziu as percentagens de aumento de tempo de serviço de 25% para 15% (que atualmente já estão a zero). DL que alterou as regras de passagem à reserva e reforma que vai tornar o efetivo cada vez mais envelhecido, dificultando cada vez mais as condições de trabalho dos militares, o que como é lógico e através da lei da vida o vai tornar cada vez mais reduzido, porque os velhos não aguentam estas funções, como por exemplo agora nos incêndios, missão que está à vista de toda a gente?

E o que é que entretanto Vª Excelências já fizeram para contrariar essa falta de pessoal? Pois é Sr. PM! Este ano já fizeram o DL 3/2017 de 06 de janeiro, que já cravou com a idade de reforma dos militares da GNR para lá dos 60 anos de idade e que todos os anos vai aumentar, ao contrário de certas profissões de desgaste e de risco, em que os respetivos profissionais se reformam antes dessa idade, que Vª Excelências teimam em não reconhecer os militares e policias como tal, além do novo EMGNR, onde já não existem percentagens nenhumas para efeitos de tempo de serviço, o que vai provocar que se um individuo ingressar na GNR aos 27 anos de idade (idade limite), vai fazer com que só possa deixar o serviço ativo aos 63 anos de idade, altura em que completará 36 anos de serviço militar.

É com leis e medidas estapafúrdias como estas, é que estão a pensar aumentar os efetivos militares da GNR?
avatar
Guarda que anda à linha
2º Sargento
2º Sargento

Masculino
Idade : 51
Profissão : Funcionário publico
Nº de Mensagens : 912
Meu alistamento : Aqui podes colocar o ano do teu alistamento!(Facultativo)

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Costa diz que dinheiro gasto nos incêndios faz falta na PSP e na GNR

Mensagem por JNSilva em Qui 17 Ago 2017, 00:37

Tem razão. ..no meu posto o carro novo (600.000km +\-)está encostado por falta de bateria e o Patrol para lá caminha pois não tem '''pirilampos''''pirilampos'' nem piscas à frente...e pneus careca também à  frente. Uma vergonha.
avatar
JNSilva
Furriel
Furriel

Masculino
Idade : 43
Profissão : Guarda Infantaria GNR
Nº de Mensagens : 487
Meu alistamento : Nov 1997

Voltar ao Topo Ir em baixo

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Voltar ao Topo

- Tópicos similares