Relatos da crónica diário sobre os REFUGIADOS/MIGRANTES

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Ir em baixo

Relatos da crónica diário sobre os REFUGIADOS/MIGRANTES

Mensagem por dragao em Qui 07 Jan 2016, 22:05

Várias mulheres denunciaram ter sido vítimas de agressões sexuais durante a noite de passagem do ano em Zurique, divulgou hoje a polícia daquela cidade suíça, mencionando as semelhanças com os incidentes ocorridos em várias cidades alemãs.
"Várias queixas por roubos e agressões sexuais foram apresentadas", indicaram as forças policiais de Zurique, num comunicado.
Cerca de 25 furtos foram relatados durante a noite de 31 de dezembro. Os festejos da passagem do ano reuniram cerca de 120 mil pessoas junto ao lago da cidade.
Durante a investigação relacionada com os roubos, a polícia descobriu que várias vítimas também tinham sido alvo de agressões e violência sexuais. Cerca de seis mulheres relataram que tinham sido cercadas e tocadas por "vários homens de pele escura", que estavam entre a multidão de foliões.
"É um cenário quase idêntico" ao que se passou em Colónia e em outras cidades alemãs, referiu, em declarações à agência francesa AFP, o porta-voz da polícia, Margo Cortesi.
O representante da polícia de Zurique sublinhou, no entanto, que o número de vítimas não é comparável com as dezenas de mulheres em Colónia que alegam ter sido agredidas por migrantes.
Em Colónia, na região oeste da Alemanha, mais de 120 queixas foram registadas, incluindo duas por violação.
A polícia de Zurique, que abriu um inquérito sobre os incidentes, pediu a colaboração de potenciais testemunhas, bem como apelou a outras possíveis vítimas para denunciarem as agressões.
As forças policiais indicaram que a maioria das queixas foi apresentada nas últimas 24 horas.
Fonte: Noticias ao Minuto


Última edição por dragao em Qui 28 Jan 2016, 22:31, editado 1 vez(es)

_____________________________________________
Respeite as regras Fórum
Tópico das Apresentações
Acessos/Utilizadores especiais
Caso tenha dúvidas procure um Administrador/Moderador



avatar
dragao
Cmdt Interino
Cmdt Interino

Masculino
Idade : 48
Profissão : gnr
Nº de Mensagens : 18401
Mensagem : Ler as Regras ajuda a compreender o funcionamento do fórum!
Meu alistamento : Já viste este novo campo no teu perfil?

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Relatos da crónica diário sobre os REFUGIADOS/MIGRANTES

Mensagem por dragao em Qui 07 Jan 2016, 22:07

Ataques sexuais em massa: Angela Merkel diz-se "enojada"

Polícia alemã procura 1.000 homens por cometerem atos de roubo e assédio sexual no Ano Novo na cidade de Cologne, na Alemanha.

Reporta a BBC que Angela Merkel ligou à mayor de Colónia, Henriette Reker, esta terça-feira, para expressar a sua “fúria para com estes ataques e assédios nojentos”.
A chanceler alemã indicou à mayor que deve ser feito tudo “para encontrar os perpetradores o mais rápido possível e castigá-los, seja qual for a sua origem ou passado”.
Recorde-se que pelo menos 90 mulheres apresentaram queixa junto das autoridades alemãs por roubo e assédio sexual por parte de um gangue de cerca de mil homens que se encontrava no centro da cidade de Colónia, na Alemanha, durante o Ano Novo.
O chefe da polícia de Cologne, Wolfgang Albers, indicou à comunicação social que os ataques foram descritos pelas testemunhas como partindo de um grupo de 1.000 homens que pareciam “originar de países árabes ou do Norte de África”.
A população alemã encontra-se chocada com a situação e pede a ação tanto das autoridades como dos responsáveis políticos.
Fonte: Noticias ao Minuto

_____________________________________________
Respeite as regras Fórum
Tópico das Apresentações
Acessos/Utilizadores especiais
Caso tenha dúvidas procure um Administrador/Moderador



avatar
dragao
Cmdt Interino
Cmdt Interino

Masculino
Idade : 48
Profissão : gnr
Nº de Mensagens : 18401
Mensagem : Ler as Regras ajuda a compreender o funcionamento do fórum!
Meu alistamento : Já viste este novo campo no teu perfil?

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Relatos da crónica diário sobre os REFUGIADOS/MIGRANTES

Mensagem por dragao em Qui 07 Jan 2016, 22:09

"Se não querem ser violadas, fiquem a um braço de distância dos outros"
A presidente da Câmara de Colónia, na Alemanha, acredita que há solução para o que aconteceu.
A onda de violações ocorrida na noite de 31 de dezembro em Colónia, na Alemanha, chocou o país, mas as declarações da autarca local, Henriette Reker estão a causar uma enorme revolta entre os alemães.
“Se não querem ser violadas, mantenham-se a um braço de distância de desconhecidos”, afirmou numa conferência de imprensa, esta quarta-feira, em que resolveu dar conselhos às mulheres, com o intuito de um ataque do género ser prevenido no futuro.
Além da ideia acima referida, a presidente da Câmara de Colónia aconselhou ainda a que as mulheres fiquem perto de um grupo de pessoas conhecidas e que peçam ajuda às pessoas que se encontrem na rua.
Recorde-se que na noite de passagem de ano houve um ataque de cerca de mil homens a pelo menos 90 mulheres na cidade de Colónia, sendo que até ao momento poucos indivíduos foram identificados.
Noticias ao Minuto

_____________________________________________
Respeite as regras Fórum
Tópico das Apresentações
Acessos/Utilizadores especiais
Caso tenha dúvidas procure um Administrador/Moderador



avatar
dragao
Cmdt Interino
Cmdt Interino

Masculino
Idade : 48
Profissão : gnr
Nº de Mensagens : 18401
Mensagem : Ler as Regras ajuda a compreender o funcionamento do fórum!
Meu alistamento : Já viste este novo campo no teu perfil?

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Relatos da crónica diário sobre os REFUGIADOS/MIGRANTES

Mensagem por dragao em Qui 07 Jan 2016, 22:11

Alemanha chocada com onda de agressões sexuais durante passagem do ano
O governo alemão condenou hoje os vários ataques sexuais aparentemente coordenados contra mulheres que ocorreram na passagem do ano em Colónia, na região oeste da Alemanha, e que terão sido alegadamente cometidos por homens de origem árabe.
O executivo alemão advertiu para os perigos dos sentimentos anti-migrantes e da criação de bodes expiatórios.
O ministro da Justiça alemão, Heiko Mass, pediu uma investigação minuciosa sobre estas agressões que terão sido alegadamente cometidas por um grande grupo de foliões durante os festejos de fim do ano na principal estação ferroviária de Colónia. Entre as várias agressões, existe o relato de pelo menos um caso de violação.
"Isto representa uma nova dimensão de crime com a qual teremos de lidar", referiu o ministro, em declarações à comunicação social, acrescentando que os ataques terão sido aparentemente "coordenados".
"As autoridades estão a trabalhar intensivamente para determinar quem está por detrás disto", prosseguiu.
Questionado pelos jornalistas se os atacantes poderiam ser refugiados, Heiko Mass disse que a polícia continua a trabalhar na identificação dos suspeitos.
"Isto não é sobre as origens [das pessoas], mas sobre aquilo que fizeram", afirmou o ministro alemão, advertindo que associar este assunto à questão dos refugiados "não é mais que exploração".
"Agora é tempo de determinar os factos e, em seguida, decidir sobre as consequências necessárias", frisou.
A polícia de Colónia afirmou hoje ter recebido 90 queixas-crimes, referindo que várias testemunhas relataram que grupos de 20 a 30 jovens adultos "que pareciam ser de origem árabe" cercaram e agrediram as vítimas. As testemunhas também descreveram alguns furtos.
"Admitimos que mais pessoas poderão apresentar queixa", referiu um porta-voz da polícia, citado pela agência de notícias alemã DPA.
O ministro do Interior alemão, Thomas de Maiziere, declarou estar igualmente chocado com os ataques que qualificou como "desprezíveis".
"No entanto, isto não pode levar a que refugiados, independentemente da sua origem, que procuram a nossa proteção contra a perseguição, sejam colocados sob suspeita", afirmou Thomas de Maiziere.
As autoridades de Colónia convocaram para hoje uma reunião extraordinária com as forças policiais para discutir este caso.
Fonte: Noticias ao Minuto

_____________________________________________
Respeite as regras Fórum
Tópico das Apresentações
Acessos/Utilizadores especiais
Caso tenha dúvidas procure um Administrador/Moderador



avatar
dragao
Cmdt Interino
Cmdt Interino

Masculino
Idade : 48
Profissão : gnr
Nº de Mensagens : 18401
Mensagem : Ler as Regras ajuda a compreender o funcionamento do fórum!
Meu alistamento : Já viste este novo campo no teu perfil?

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Relatos da crónica diário sobre os REFUGIADOS/MIGRANTES

Mensagem por dragao em Qui 07 Jan 2016, 22:14

Assédio sexual sem precedentes em Helsínquia no Ano Novo
A polícia finlandesa anunciou hoje um nível anormalmente elevado de abuso sexual em Helsínquia na noite da passagem de ano e revelou que foi avisada sobre planos de grupos de requerentes de asilo para abusarem sexualmente de mulheres.
O diretor-adjunto da polícia da capital da Finlândia, Ilkka Koskimaki, declarou: "Não tem havido este tipo de abuso em passagens de ano anteriores, ou sequer noutras ocasiões... Este é um fenómeno completamente novo em Helsínquia".
Os seguranças contratados para patrulhar a cidade na noite da passagem de ano disseram à polícia que tinha havido "abuso sexual generalizado" numa praça central onde cerca de 20.000 pessoas se concentraram para celebrar o novo ano.
Três casos de agressão sexual ocorreram alegadamente na noite de 31 de dezembro, na estação ferroviária central de Helsínquia, onde se reuniram cerca de 1.000 refugiados iraquianos.
"A polícia recebeu informação de três casos de agressão sexual, dos quais foram apresentados duas queixas", indicou a polícia da capital finlandesa em comunicado.
"Os suspeitos eram requerentes de asilo. Os três foram detidos no local e colocados sob custódia", disse o diretor-adjunto da polícia, explicando que a polícia havia aumentado o seu nível de alerta "para um nível excecional" na cidade, naquela noite, depois de ter sido alertada para eventuais problemas.
Na cidade alemã de Colónia, registaram-se dúzias de abusos sexuais de mulheres aparentemente coordenados na noite da passagem de ano.
A polícia de Colónia indicou ter recebido até hoje 120 queixas criminais e citou testemunhas, segundo as quais grupos de entre 20 e 30 homens jovens "que pareciam ser de origem árabe" tinham cercado as vítimas, abusado sexualmente delas e, em vários casos, tinham-nas também roubado.
Na cidade suíça de Zurique, foram também denunciados casos de agressão sexual de mulheres na última noite de 2015, e a polícia mencionou as semelhanças com os incidentes ocorridos em Colónia e noutras cidades alemãs.
"Várias queixas de roubo e agressão sexual foram apresentadas", indicaram as forças policiais de Zurique, em comunicado.
Cerca de 25 furtos foram relatados durante a noite de 31 de dezembro, em que os festejos da passagem do ano reuniram cerca de 120 mil pessoas junto ao lago da cidade.
Durante a investigação relacionada com os roubos, a polícia descobriu que várias vítimas também tinham sido alvo de agressões sexuais. Seis mulheres relataram que tinham sido cercadas e tocadas por "vários homens de pele escura", que estavam entre a multidão de foliões.
"É um cenário quase idêntico" ao que se passou em Colónia e em outras cidades alemãs, referiu, em declarações à agência francesa AFP, o porta-voz da polícia, Margo Cortesi.
O representante da polícia de Zurique sublinhou, no entanto, que o número de vítimas não é comparável com as mais de cem mulheres que alegam ter sido agredidas por migrantes em Colónia.
A polícia de Zurique, que abriu um inquérito sobre os incidentes, pediu a colaboração de potenciais testemunhas e apelou a outras eventuais vítimas para denunciarem as agressões.
As forças policiais indicaram que a maioria das queixas foi apresentada nas últimas 24 horas.
Fonte: Noticias ao Minuto

_____________________________________________
Respeite as regras Fórum
Tópico das Apresentações
Acessos/Utilizadores especiais
Caso tenha dúvidas procure um Administrador/Moderador



avatar
dragao
Cmdt Interino
Cmdt Interino

Masculino
Idade : 48
Profissão : gnr
Nº de Mensagens : 18401
Mensagem : Ler as Regras ajuda a compreender o funcionamento do fórum!
Meu alistamento : Já viste este novo campo no teu perfil?

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Relatos da crónica diário sobre os REFUGIADOS/MIGRANTES

Mensagem por dragao em Qui 07 Jan 2016, 22:58

"Não me podem fazer mal, fui convidado por Merkel", alegaram agressores
Polícia revela mais pormenores sobre as agressões da noite de passagem de ano em Colónia.
Há novas informações sobre a onda de ataques protagonizados na noite de passagem de ano em Colónia na Alemanha.
O Daily News sabe que enquanto eram detidos, vários homens terão exigido à polícia para que os tratassem bem pois tinham sido “convidados por Angela Merkel” a entrar no país.
A frase foi proferida por um refugiado árabe na tentativa de acalmar os polícias que invadiram o centro de Colónia para pôr termo aos vários ataques coordenados contra mulheres que ocorreram na noite de 31 de dezembro para 1 de janeiro.
Os ataques terão sido protagonizados por cerca de mil migrantes bêbados e drogados que agrediram e violaram cerca de 100 mulheres. “Não me podem fazer nada, terei outra mulher amanhã de manhã”, terá dito outro dos agressores.
Pelos menos 15 pessoas foram detidas, informou a polícia, sendo que muitos destes estariam na Alemanha há poucos dias. Uns seriam provenientes da Síria, outros do Afeganistão.
“Esta é a verdade, mesmo que ela doa”, terá dito o comissário da Colónia.
Fonte: Noticias ao Minuto

_____________________________________________
Respeite as regras Fórum
Tópico das Apresentações
Acessos/Utilizadores especiais
Caso tenha dúvidas procure um Administrador/Moderador



avatar
dragao
Cmdt Interino
Cmdt Interino

Masculino
Idade : 48
Profissão : gnr
Nº de Mensagens : 18401
Mensagem : Ler as Regras ajuda a compreender o funcionamento do fórum!
Meu alistamento : Já viste este novo campo no teu perfil?

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Relatos da crónica diário sobre os REFUGIADOS/MIGRANTES

Mensagem por Morgado em Sex 08 Jan 2016, 07:34

Não tarda muito começam  a ser criadas Milícias para proteger as mulheres 
E assim vai recomeçar a limpeza étnica e tudo porque quem manda na Europa não percebe mesmo que estes indivíduos vêm de uma cultura em que as mulheres estão abaixo de cão.
E se pensam que educam homens que já têm mais de 18 anos, mais burros vão ser, pessoalmente acho que devem pensar em aumentar a capacidade das prisões e que vai haver mais cursos para a policia.
Os ditadores (como Putin) devem a estar a rir e a gozar com isto à brava
avatar
Morgado
Cabo
Cabo

Masculino
Idade : 46
Profissão : GNR
Nº de Mensagens : 154
Meu alistamento : 1995

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Relatos da crónica diário sobre os REFUGIADOS/MIGRANTES

Mensagem por toinojaquim em Sex 08 Jan 2016, 07:49

Esta é a Europa do futuro....
avatar
toinojaquim
Cabo-Mor
Cabo-Mor

Masculino
Idade : 39
Profissão : GNR
Nº de Mensagens : 373
Mensagem : " As massas nunca se elevam ao padrão do seu melhor membro, pelo contrário, degradam-se ao nível do pior"
Meu alistamento : 2003 Portalegre


Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Relatos da crónica diário sobre os REFUGIADOS/MIGRANTES

Mensagem por Luisa Baião em Sex 08 Jan 2016, 09:17

Assustador! Quando a Europa abrir os olhos vai ser tarde demais.
avatar
Luisa Baião
Coronel
Coronel

Feminino
Idade : 85
Profissão : Aposentada da enfermagem
Nº de Mensagens : 18699
Mensagem : só a árvore que produz frutos é que se vê
apedrejada, para deixá-los cair.
A árvore estéril ninguém dá importância.

Meu alistamento : Aqui podes colocar o ano do teu alistamento!

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Relatos da crónica diário sobre os REFUGIADOS/MIGRANTES

Mensagem por CARI2013 em Sex 08 Jan 2016, 23:40

2015-06-12
  
Porto Principe - Militares da Organização das Nações Unidas (ONU) são acusados de abuso e exploração sexual por terem mantido relações sexuais com cerca de 230 mulheres e meninas, em troca de comida, roupa, medicamentos e outros bens, no Haiti, um dos países mais pobres do mundo.
Segundo relatório obtido pela agência de notícias The Associated Press, membros das forças de paz da ONU exploraram sexualmente cerca de 230 mulheres e meninas em troca de comida e medicamentos. Um terço das vítimas tem menos de 18 anos.

O documento diz que no ano passado foram registadas 51 denúncias de exploração e abuso sexual contra integrantes das forças de paz. De 2008 a 2013, a maioria dos casos aconteceu na República Democrática do Congo, na Libéria, no Haiti e no Sudão do Sul.

Apenas sete das vítimas entrevistadas conhecia a política da ONU que proíbe o abuso e a exploração sexual e nenhuma delas sabia da existência de um canal de denúncias nos quais tais casos poderiam ter sido reportados.

O Brasil, que comanda as tropas militares no Haiti desde o início da missão em 2004, não aparece no relatório entre os países que têm pessoas acusadas de abuso. A lista é encabeçada por África do Sul, Uruguai e Nigéria.
(c) PNN Portuguese News Network
avatar
CARI2013
Sargento-Mor
Sargento-Mor

Masculino
Idade : 35
Profissão : GNR
Nº de Mensagens : 2860
Mensagem : «Uma das maiores subtilezas da arte militar é nunca levar o inimigo ao desespero.»
(Michel de Montaigne)
Meu alistamento : Aqui podes colocar o ano do teu alistamento!(Facultativo)

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Relatos da crónica diário sobre os REFUGIADOS/MIGRANTES

Mensagem por CARI2013 em Sex 08 Jan 2016, 23:45

20/5/2015
«A polícia inglesa está a investigar mais de 1400 homens por indícios de abusos sexuais de menores, lê-se no site do Guardian. Dessas, 261 são figuras públicas – 76 políticos, 43 do mundo da música, 7 do desporto e 135 da comunicação social e cinema.
De acordo com o mesmo jornal, as vítimas identificaram os locais onde os abusos ocorreram – 154 escolas, 75 orfanatos e 40 instituições religiosas, 28 estabelecimentos militares, entre outros.
O mesmo jornal afirma que centenas de milhares de vítimas prestaram declarações à polícia e denunciaram o seu abusador. 
Investigações anteriores levaram a que o apresentador Rolf Harris, conhecido por apresentar vários programas de televisão relacionados com animais (Em Portugal, o programa ‘Hospital dos Animais’ chegou a ser transmitido na SIC Mulher), e o conhecido Jimmy Saville fossem acusados de abusos sexuais de menores»
avatar
CARI2013
Sargento-Mor
Sargento-Mor

Masculino
Idade : 35
Profissão : GNR
Nº de Mensagens : 2860
Mensagem : «Uma das maiores subtilezas da arte militar é nunca levar o inimigo ao desespero.»
(Michel de Montaigne)
Meu alistamento : Aqui podes colocar o ano do teu alistamento!(Facultativo)

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Relatos da crónica diário sobre os REFUGIADOS/MIGRANTES

Mensagem por dragao em Sab 09 Jan 2016, 01:42

[size=46]"Foi aterrador, tentaram despir-me. Pensei que fosse ser violada ali"[/size]

Jornalista do Telegrapah levantou algumas opiniões na cidade alemã de Colónia onde, na noite de Ano Novo, teve lugar um assédio sexual em massa perpetrado por um ajuntamento de cerca de mil homens, que gerou mais de 120 queixas por parte de mulheres.

“Estou zangada com o que aconteceu às mulheres de Colónia mas também estou muito zangada com a conspiração silenciosa que se seguiu”, afirmou Isle, de 32 anos, uma mulher alemã que esteve presente na noite de Ano Novo na zona onde ocorreu um assédio sexual em massa.
Ainda que não tenha sofrido qualquer agressão, Isle diz que dificilmente vai esquecer o que aconteceu. “Aconteceu aqui algo terrível, mas é como se não tivesse acontecido. Eu estava aqui no meio do caos e do terror e vi que a polícia não fez nada. E agora esperam que não digamos nada? Só porque os agressores são migrantes?”, questiona a testemunha, em declarações a uma jornalista do Telegraph.
“Foi aterrador, fui separada do meu namorado enquanto me tentavam tirar a roupa. Pensei que fosse ser violada ali, em público”, indicou uma outra mulher de 26 anos, que não quis ser identificada.
“Gritei por ajuda mas para onde quer que olhasse, estava a acontecer a mesma coisa: ataques e roubos. Mas só a mulheres. Fomos alvos porque somos mulheres”, acrescentou a vítima.
A jornalista refere que falou ainda com um pai que lhe contou como, naquela noite, viu a sua companheira e a sua filha de 15 anos serem arrastadas pela multidão que lhes colocava as mãos dentro da roupa, ao mesmo tempo que tentava segurar o seu filho ainda bebé no colo.
Recorde-se que esta sexta-feira o chefe da polícia de Colónia, Wolfgang Albers, foi suspenso na sequência do incidente. Até ao momento, foram detidos 31 suspeitos, sendo que 18 são migrantes à procura de asilo, de acordo com o confirmado pelo Ministério do Interior alemão.

Fonte: notícias ao minuto

_____________________________________________
Respeite as regras Fórum
Tópico das Apresentações
Acessos/Utilizadores especiais
Caso tenha dúvidas procure um Administrador/Moderador



avatar
dragao
Cmdt Interino
Cmdt Interino

Masculino
Idade : 48
Profissão : gnr
Nº de Mensagens : 18401
Mensagem : Ler as Regras ajuda a compreender o funcionamento do fórum!
Meu alistamento : Já viste este novo campo no teu perfil?

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Relatos da crónica diário sobre os REFUGIADOS/MIGRANTES

Mensagem por ORY em Sab 09 Jan 2016, 13:17

Coitadinhos dos refugiados....

ORY
1º Sargento
1º Sargento

Masculino
Idade : 32
Profissão : Policia Psp
Nº de Mensagens : 1141
Meu alistamento : Aqui podes colocar o ano do teu alistamento!

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Relatos da crónica diário sobre os REFUGIADOS/MIGRANTES

Mensagem por dragao em Seg 11 Jan 2016, 20:58

Polícia admite ter ocultado dados sobre agressões sexuais em festival
A polícia sueca foi hoje alvo de críticas depois de ter admitido que ocultou informações sobre alegadas agressões sexuais contra mulheres perpetradas por jovens imigrantes durante as últimas duas edições de um festival de música em Estocolmo.
Estas revelações são feitas após a polémica em torno da atuação da polícia de Colónia, na região oeste da Alemanha, cidade que foi cenário de uma vaga de agressões sexuais durante a noite de passagem do ano.Segundo as informações hoje divulgadas pelo diário sueco Dagens Nyheter, que cita documentos internos da polícia, foram registadas 38 queixas por agressões sexuais, incluindo duas violações, durante as edições de 2014 e de 2015 do "We Are Sthlm", festival que decorre em agosto na capital sueca.

"Certamente deveríamos ter divulgado publicamente esta informação, sem dúvida. Não sabemos porque que razão isto não foi divulgado", disse o porta-voz da polícia, Varg Gyllander, em declarações à agência francesa AFP.

A polícia sueca não quis dizer quantos homens eram suspeitos destas alegadas agressões, mas o diário Dagens Nyheter relatou que cerca de 50 jovens refugiados afegãos que tinham entrado na Suécia sem os respetivos pais eram suspeitos de estar envolvidos nos incidentes.

Documentos enviados pela polícia sueca à agência AFP confirmam a apresentação de 17 queixas por agressões sexuais e uma queixa por violação durante a edição de 2014 do festival de música e de 19 queixas por agressões sexuais e uma queixa por violação na edição do ano passado.

O primeiro-ministro sueco, Stefan Lofven, criticou hoje a polícia e a forma como lidou com os incidentes.

"Sinto uma forte raiva pelo facto de jovens mulheres não conseguirem ir a um festival de música sem serem ofendidas, assediadas sexualmente e atacadas", afirmou Stefan Lofven, em declarações aos jornalistas.

"É um grande problema democrático para todo o nosso país", disse o chefe do Governo sueco, sobre a incapacidade da polícia de comunicar publicamente as informações sobre estes incidentes.

As autoridades suecas prometeram uma investigação completa sobre este caso.

Esta notícia surge depois dos relatos dos incidentes durante a passagem do ano em Colónia, onde mais de 500 mulheres foram alegadamente agredidas sexualmente ou roubadas por homens de origem estrangeira, incluindo refugiados recém-chegados ao país, de acordo com as autoridades alemãs.

Fonte: notícias ao minuto

_____________________________________________
Respeite as regras Fórum
Tópico das Apresentações
Acessos/Utilizadores especiais
Caso tenha dúvidas procure um Administrador/Moderador



avatar
dragao
Cmdt Interino
Cmdt Interino

Masculino
Idade : 48
Profissão : gnr
Nº de Mensagens : 18401
Mensagem : Ler as Regras ajuda a compreender o funcionamento do fórum!
Meu alistamento : Já viste este novo campo no teu perfil?

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Relatos da crónica diário sobre os REFUGIADOS/MIGRANTES

Mensagem por ripper em Ter 12 Jan 2016, 18:10

Mais uma vez não me vou pronunciar sobre estes assuntos, pois eu, tenho uma ideia de extrema direita conjugada com ensinamentos da antiga inquisição que, por si só podem convidar à violência e ao "patriotismo".
avatar
ripper
Cabo-Chefe
Cabo-Chefe

Masculino
Idade : 33
Profissão : militar
Nº de Mensagens : 269
Mensagem : "Lutai e re-lutai até, que os cordeiros se tornem Leões".
Meu alistamento : 2010

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Relatos da crónica diário sobre os REFUGIADOS/MIGRANTES

Mensagem por dragao em Qui 28 Jan 2016, 22:20

Polícias obrigados a fugir de centro de acolhimento de refugiados na Suécia
Agentes chamados a centro de acolhimento para retirar menino de dez anos alegadamente violado

Uma dezena de polícias viu-se obrigada a fugir de um centro de acolhimento em Vasteras, na Suécia, quando tentava retirar uma criança alegadamente violada.

Os funcionários do centro já tinham tentado retirar o menino de dez anos, que alegadamente tinha sido violado repetidamente, mas, não conseguiram.

Chamaram, então, a polícia, no sábado.  Uma dezena de agentes foi, no entanto, engolida por um grupo de utentes.
 
“Apareceu ainda mais gente por trás de nós. Estava mentalmente preparado para lutar pela vida. Éramos dez polícias encurralados num corredor. E então ouvi alguém gritar que havia uma saída de emergência”, contou um dos agentes ao jornal sueco Vestmanlands Läns Tidning, citado pela RT.

 
Os polícias acabaram por escapar, mas a criança ficou.

O caso foi agora tornado público, depois da notícia da morte de uma funcionária num outro centro de acolhimento no país. Alexandra Mezher, de 22 anos, funcionária num centro de acolhimento para migrantes menores, foi esfaqueada alegadamente por um rapaz de 15 anos. O impacto do caso na opinião pública levou o primeiro-ministro sueco a deslocar-se ao local
 
O sindicato da polícia já veio a terreno reclamar a falta de meios, de acordo com a agência sueca TT. Segundo a agência noticiosa TT, a polícia foi reforçada com 4100 efetivos para fazer face ao fluxo de migrantes. A Suécia recebeu mais de 150 mil pedidos de asilo em 2015. 
TVI24

_____________________________________________
Respeite as regras Fórum
Tópico das Apresentações
Acessos/Utilizadores especiais
Caso tenha dúvidas procure um Administrador/Moderador



avatar
dragao
Cmdt Interino
Cmdt Interino

Masculino
Idade : 48
Profissão : gnr
Nº de Mensagens : 18401
Mensagem : Ler as Regras ajuda a compreender o funcionamento do fórum!
Meu alistamento : Já viste este novo campo no teu perfil?

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Relatos da crónica diário sobre os REFUGIADOS/MIGRANTES

Mensagem por dragao em Qui 28 Jan 2016, 22:23

Suécia tenciona expulsar até 80.000 refugiados
Em 2015, 163.000 pessoas pediram asilo, muitas viram o pedido rejeitado
A Suécia tenciona expulsar entre 60.000 a 80.000 pessoas que em 2015 procuraram refúgio no país e que deverão ter o pedido de asilo rejeitado, anunciou hoje o ministro do Interior, Anders Ygeman.

"Estamos a falar de 60.000 pessoas, mas poderão chegar às 80.000", calculou o ministro em declarações à imprensa sueca, explicando que o governo já deu indicações à polícia e ao gabinete para as migrações para organizar a retirada das pessoas de forma gradual, com recurso a voos aéreos especiais.

Em 2015, 163.000 pessoas pediram asilo à Suécia, um país do norte da Europa com cerca de 9,5 milhões de habitantes. Dos 58.800 casos analisados, as autoridades suecas aceitaram 55 por cento dos pedidos. 
TVI24

_____________________________________________
Respeite as regras Fórum
Tópico das Apresentações
Acessos/Utilizadores especiais
Caso tenha dúvidas procure um Administrador/Moderador



avatar
dragao
Cmdt Interino
Cmdt Interino

Masculino
Idade : 48
Profissão : gnr
Nº de Mensagens : 18401
Mensagem : Ler as Regras ajuda a compreender o funcionamento do fórum!
Meu alistamento : Já viste este novo campo no teu perfil?

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Relatos da crónica diário sobre os REFUGIADOS/MIGRANTES

Mensagem por dragao em Qui 28 Jan 2016, 22:25

Funcionária morta em centro de acolhimento para refugiados menores
Primeiro-ministro sueco já considerou o caso como uma "tragédia". A vítima tinha 22 anos e origem libanesa.
Uma jovem de ascendência libanesa foi morta, na segunda-feira, num centro de acolhimento de refugiados na Suécia. O suspeito é um rapaz de 15 anos.

A vítima, Alexandra Mezher, trabalhava naquele centro há alguns meses, de acordo com os meios de comunicação social suecos citados pela Sky. O centro acolhe migrantes menores, com idades compreendidas entre os 14 e os 17 anos, que viajam sozinhos.

A jovem mulher ainda foi levada para o hospital, mas não resistiu aos ferimentos.

Quando a polícia chegou ao centro, encontrou muito sangue. O porta-voz da polícia, Thomas Fuxborg, confirmou que havia sinais de confronto e grande violência. Dois utentes do centro tinham, entretanto, imobilizado o adolescente que alegadamente esfaqueou Alexandra Mezher. A agência noticiosa TT só adianta que o suspeito tem 15 anos, mas não revela a sua nacionalidade. O rapaz está sob custódia policial.

“Chamadas destas são cada vez mais comuns”, disse o polícia, acrescentando que “estes incidentes tornaram-se mais habituais com a chegada de tantos refugiados”.

A gravidade do caso e as suas consequências na opinião pública sueca, levaram o primeiro-ministro, Stefan Lofven, a visitar o local, descrevendo a situação como uma “tragédia”.

“Imagino que muitas pessoas na Suécia estejam preocupadas que casos destes se repitam, uma vez que a Suécia recebe muitas crianças e jovens sem família” que procuram asilo no país, disse Stefan Lofven, de acordo com uma rádio sueca citada pela BBC.

Segundo a agência noticiosa TT, a polícia recebeu 4100 efetivos para fazer face ao fluxo de migrantes. A Suécia recebeu mais de 150 mil pedidos de asilo em 2015. 
Fonte: TVI24

_____________________________________________
Respeite as regras Fórum
Tópico das Apresentações
Acessos/Utilizadores especiais
Caso tenha dúvidas procure um Administrador/Moderador



avatar
dragao
Cmdt Interino
Cmdt Interino

Masculino
Idade : 48
Profissão : gnr
Nº de Mensagens : 18401
Mensagem : Ler as Regras ajuda a compreender o funcionamento do fórum!
Meu alistamento : Já viste este novo campo no teu perfil?

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Relatos da crónica diário sobre os REFUGIADOS/MIGRANTES

Mensagem por dragao em Qui 28 Jan 2016, 22:27

Dinamarca vai ficar com os bens de refugiados e migrantes
Lei controversa aprovada no Parlamento prevê a apreensão de dinheiro de 1.340 euros
O parlamento dinamarquês aprovou esta quarta-feira a lei que obriga os migrantes com pedidos de asilo pendentes a entregarem os bens.
 
Depois de cerca de quatro horas de debate, a polémica alteração legislativa - que prevê a apreensão de dinheiro acima das 10.000 coroas dinamarquesas (1.340 euros) e de bens pessoais acima da mesma quantia, excetuando, “bens de valor sentimental” como alianças e “de natureza prática” como telemóveis ou relógios - foi aprovada por 81 votos a favor e 27 contra, enquanto 70 deputados não participaram na votação.
 
A aprovação já era esperada, embora envolta em grande polémica. O ACNUR e a Comissão Europeia já tinham criticado a proposta de lei. A medida é, no entanto justificada pelo tratamento em certa medida semelhante que a Dinamarca dá aos desempregados, também obrigados a vender bens acima de certo valor, para poderem reclamar benefícios, como refere a BBC.  

O Governo dinamarquês já foi acusado de estar fazer com os refugiados o que os nazis fizeram aos judeus, durante o Holocausto. Tendo a Alemanha recolhido bastantes pertences e enchido os cofres de ouro durante essa época.
 
A Dinamarca prepara-se, também, para“atrasar” a reunião de famílias que buscam asilo, uma lei também já criticada pelos ativistas dos Direitos Humanos. 
  
Fonte:TVI24

_____________________________________________
Respeite as regras Fórum
Tópico das Apresentações
Acessos/Utilizadores especiais
Caso tenha dúvidas procure um Administrador/Moderador



avatar
dragao
Cmdt Interino
Cmdt Interino

Masculino
Idade : 48
Profissão : gnr
Nº de Mensagens : 18401
Mensagem : Ler as Regras ajuda a compreender o funcionamento do fórum!
Meu alistamento : Já viste este novo campo no teu perfil?

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Relatos da crónica diário sobre os REFUGIADOS/MIGRANTES

Mensagem por dragao em Qui 28 Jan 2016, 22:33

EUA: Texas quer travar entrada de mais refugiados
Procurador-geral do Texas avançou com o pedido depois de o Governo ter admitido que um grupo de sírios foi realojado em Houston na semana passada
O estado norte-americano do Texas pediu, na terça-feira, a um juiz federal que impeça o Governo dos Estados Unidos de realojar ali mais refugiados, no mais recente esforço para travar a entrada de sírios que fogem da guerra.

O procurador-geral do Texas, Ken Paxton, avançou com este pedido depois de a administração de Barack Obama ter admitido que um grupo de sírios foi realojado em Houston na semana passada, sem que o estado tenha sido informado, tal como é requerido.

O magistrado em questão, David Godbey, rejeitou, em dezembro, um primeiro pedido do Texas para suspender a chegada de refugiados ao estado, mas exigiu às autoridades federais que informem, com pela menos uma semana de antecedência, sobre novas chegadas.
Fonte: TVI24

_____________________________________________
Respeite as regras Fórum
Tópico das Apresentações
Acessos/Utilizadores especiais
Caso tenha dúvidas procure um Administrador/Moderador



avatar
dragao
Cmdt Interino
Cmdt Interino

Masculino
Idade : 48
Profissão : gnr
Nº de Mensagens : 18401
Mensagem : Ler as Regras ajuda a compreender o funcionamento do fórum!
Meu alistamento : Já viste este novo campo no teu perfil?

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Relatos da crónica diário sobre os REFUGIADOS/MIGRANTES

Mensagem por Luisa Baião em Qui 28 Jan 2016, 22:48

Que faz essa gentinha na Europa se não gostam dos Europeus nem da sua cultura? Porque carga de água não são os Países árabes a acolhe-los? 
Iniciei as minhas vindas á Autrália  há cerca de trinta anos . Nos primeiros anos que cá vim ,não se viam estas pessoas por cá. Este ano ,fiquei surpreendida com a quantidade de mulheres  que por cá estão. Nota-se pelo vestuário .Algumas de burka ( poucas ) e com uma rede para nem se verem os olhos. 
Aqui perto há uma Universidade. As mais jovens ,de lenço a tapar os cabelos, muitas delas  frequentam as faculdades. Estão a espalhar-se por todos os cantos do mundo. Claro, não sou racista .Sou realista e pergunto: se não aceitam a cultura destes Países porque fogem para cá? Estranho ,não ?
avatar
Luisa Baião
Coronel
Coronel

Feminino
Idade : 85
Profissão : Aposentada da enfermagem
Nº de Mensagens : 18699
Mensagem : só a árvore que produz frutos é que se vê
apedrejada, para deixá-los cair.
A árvore estéril ninguém dá importância.

Meu alistamento : Aqui podes colocar o ano do teu alistamento!

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Relatos da crónica diário sobre os REFUGIADOS/MIGRANTES

Mensagem por dragao em Sab 30 Jan 2016, 13:58

Migrações: Dezenas de mascarados atacam migrantes no centro de Estocolmo
Várias dezenas de homens mascarados, presumivelmente ligados a grupos neonazis, dirigiram-se na sexta-feira para o centro de Estocolmo com o objetivo de agredir migrantes, anunciou hoje a polícia sueca.
Até às 12:00 de hoje não havia registos de queixas de eventuais vítimas, disse à AFP o porta-voz da polícia de Estocolmo, Towe Hägg.


Entre 50 a 100 pessoas, mascaradas ou encapuzadas, no âmbito de um encontro organizado, dirigiram-se na sexta-feira para o centro da capital sueca, mais concretamente para Sergels Torg, uma grande praça pedonal de Estocolmo onde se cruzam jovens, marginais e migrantes menores sozinhos.

De acordo com testemunhas citadas pelo diário Aftonbladet, os agressores atacaram "pessoas com aparência estrangeira" e distribuíram folhetos, sem assinatura, onde incitavam a dar às crianças de rua de origem norte-africana "a punição que merecem".

"Eu estava a passar e vi um grupo vestido de negro, mascarado (...) que começou a bater em estrangeiros", contou uma testemunha.

"Vi três pessoas a serem molestadas", acrescentou.

Perante a informação de "um plano de agressão a migrantes menores não acompanhados no centro de Estocolmo", as autoridades suecas destacaram meios para o local, que incluiu unidades antimotim e vigilância aérea através de helicópteros.

Um homem de 46 anos foi detido após ter desferido um golpe no rosto de um polícia à paisana.

Outras três pessoas, com idades entre os 20 e os 30 anos, chegaram a ser detidas por perturbação da ordem pública e uma outra foi detida e terá um processo por posse de arma branca proibida.

Entretanto, foi aberto um inquérito relativo a uma "conspiração para cometer violência agravada" que tem como objetivo identificar as pessoas ou organizações envolvidas nesta iniciativa.

A página eletrónica Nordfront, conotada com o movimento neonazi SMR, afirmava na sexta-feira saber que "uma centena de 'hooligans'" dos clubes AIK e Djurgarden se preparavam para "fazer o trabalho doméstico entre os imigrantes do Norte de África".

Ao diário Aftonbladet, as forças policiais confirmaram as suspeitas relativas a estes grupos radicais.

No ano passado, 163.000 refugiados pediram asilo na Suécia.
Fonte: Noticias ao Minuto

_____________________________________________
Respeite as regras Fórum
Tópico das Apresentações
Acessos/Utilizadores especiais
Caso tenha dúvidas procure um Administrador/Moderador



avatar
dragao
Cmdt Interino
Cmdt Interino

Masculino
Idade : 48
Profissão : gnr
Nº de Mensagens : 18401
Mensagem : Ler as Regras ajuda a compreender o funcionamento do fórum!
Meu alistamento : Já viste este novo campo no teu perfil?

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Relatos da crónica diário sobre os REFUGIADOS/MIGRANTES

Mensagem por dragao em Sab 06 Fev 2016, 15:19

Serviços secretos alemães dizem que "há terroristas disfarçados de refugiados"
Declarações do responsável pelos serviços secretos alemães surgem um dia depois de novas detenções em Berlim de indivíduos ligados ao Daesh.
Há militantes do Daesh a entrar na Europa disfarçados de refugiados. A informação foi avançada hoje pelo responsável dos serviços secretos alemães (BfV) reconhecendo que os ataques de Novembro, em Paris, mostraram que o Daesh está a colocar combatentes no meio dos refugiados que têm entrado na Europa aos milhares.
"Temos vistos repetidamente que há terroristas infiltrados, camuflados e disfarçados de refugiados. Este é um facto que as agências de segurança estão a enfrentar", disse Hans-Georg Maassen em declarações à televisão alemã ZDF.

"Estamos a tentar perceber e identificar se existem mais militantes do Daesh e terroristas que tenham escapado", acrescenta.

De acordo com o jornal alemão "The Berliner Zeitung", Maassen terá reconhecido que a BfV terá recebido mais de 100 denúncias de que ainda existem combatentes do Daesh na Alemanha.

Declarações que surgem um dia depois de as autoridades alemãs terem detido dois homens suspeitos de ligações a militantes do Daesh que estariam a preparar um ataque em Berlim.

Fonte: Economico

_____________________________________________
Respeite as regras Fórum
Tópico das Apresentações
Acessos/Utilizadores especiais
Caso tenha dúvidas procure um Administrador/Moderador



avatar
dragao
Cmdt Interino
Cmdt Interino

Masculino
Idade : 48
Profissão : gnr
Nº de Mensagens : 18401
Mensagem : Ler as Regras ajuda a compreender o funcionamento do fórum!
Meu alistamento : Já viste este novo campo no teu perfil?

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Relatos da crónica diário sobre os REFUGIADOS/MIGRANTES

Mensagem por Rafa2010 em Sab 06 Fev 2016, 18:31

dragao escreveu:
Serviços secretos alemães dizem que "há terroristas disfarçados de refugiados"
Declarações do responsável pelos serviços secretos alemães surgem um dia depois de novas detenções em Berlim de indivíduos ligados ao Daesh.
Há militantes do Daesh a entrar na Europa disfarçados de refugiados. A informação foi avançada hoje pelo responsável dos serviços secretos alemães (BfV) reconhecendo que os ataques de Novembro, em Paris, mostraram que o Daesh está a colocar combatentes no meio dos refugiados que têm entrado na Europa aos milhares.
"Temos vistos repetidamente que há terroristas infiltrados, camuflados e disfarçados de refugiados. Este é um facto que as agências de segurança estão a enfrentar", disse Hans-Georg Maassen em declarações à televisão alemã ZDF.

"Estamos a tentar perceber e identificar se existem mais militantes do Daesh e terroristas que tenham escapado", acrescenta.

De acordo com o jornal alemão "The Berliner Zeitung", Maassen terá reconhecido que a BfV terá recebido mais de 100 denúncias de que ainda existem combatentes do Daesh na Alemanha.

Declarações que surgem um dia depois de as autoridades alemãs terem detido dois homens suspeitos de ligações a militantes do Daesh que estariam a preparar um ataque em Berlim.

Fonte: Economico


Parece que descobriram a pólvora  ups
avatar
Rafa2010
2º Sargento
2º Sargento

Masculino
Idade : 38
Profissão : GNR
Nº de Mensagens : 617
Meu alistamento : 2001

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Relatos da crónica diário sobre os REFUGIADOS/MIGRANTES

Mensagem por dragao em Sab 06 Fev 2016, 22:53

[size=46]Menino violado por migrante iraquiano. "Foi uma emergência sexual"[/size]

Continuam a surgir relatos de abusos sexuais perpetrados por migrantes que chegaram aos países europeus nos últimos meses.

Um menino de 10 anos teve de ser hospitalizado depois de ter sofrido vários ferimentos ao ser brutalmente violado por um migrante iraquiano numa piscina municipal em Viena, na Áustria.
Após a consumação do ato, o menino dirigiu-se ao nadador-salvador em lágrimas a pedir ajuda. Enquanto isso, o homem divertia-se na piscina ao saltar das plataformas.
De acordo com o Daily Mail, depois de ser detido, o homem disse à polícia que se tratou de uma “emergência sexual”, uma vez que já não mantinha relações sexuais há quatro meses.
O caso remonta a dezembro passado, mas só agora se tornou público. O jornal local Kronen Zeitung revela ainda que o agressor, que chegou à Áustria em setembro, disse as autoridades que sabe que tal ato é “proibido em qualquer país do mundo” e que não esteve “sempre doente”, pois no Iraque tinha uma mulher e uma filha.

Fonte: notícias ao minuto

_____________________________________________
Respeite as regras Fórum
Tópico das Apresentações
Acessos/Utilizadores especiais
Caso tenha dúvidas procure um Administrador/Moderador



avatar
dragao
Cmdt Interino
Cmdt Interino

Masculino
Idade : 48
Profissão : gnr
Nº de Mensagens : 18401
Mensagem : Ler as Regras ajuda a compreender o funcionamento do fórum!
Meu alistamento : Já viste este novo campo no teu perfil?

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Relatos da crónica diário sobre os REFUGIADOS/MIGRANTES

Mensagem por Remarc em Dom 07 Fev 2016, 16:52

«Vinte e sete crianças desapareceram de centros de acolhimento de refugiados em Portugal, durante o ano passado. Estavam no país ao abrigo de pedidos de asilo e viviam sem qualquer restrição de liberdade, para facilitar a integração.»
http://sicnoticias.sapo.pt/pais/2016-02-03-Quase-30-criancas-desapareceram-de-centros-de-refugiados-em-Portugal
avatar
Remarc
Cabo
Cabo

Masculino
Idade : 60
Profissão : Militar
Nº de Mensagens : 163
Mensagem : “Os empregos públicos pertencem ao Estado; não são patrimônio de particulares. Nenhum que não tenha probidade, aptidões e méritos é digno deles.”
(SIMÓN BOLÍVA)
Meu alistamento : Aqui podes colocar o ano do teu alistamento!(Facultativo)

Voltar ao Topo Ir em baixo

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Voltar ao Topo

- Tópicos similares