APG/GNR lança petição para exigir horário de trabalho

Página 13 de 13 Anterior  1, 2, 3 ... 11, 12, 13

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Ir em baixo

Importante APG/GNR lança petição para exigir horário de trabalho

Mensagem por иuησ em Dom 04 Out 2015, 23:26

Relembrando a primeira mensagem :

PETIÇÃO ONLINE - http://peticaopublica.com/pview.aspx?pi=peticao-apg-gnr


Associação dos Profissionais da Guarda lança petição para exigir horário de trabalho

Lusa 02 Out, 2015, 21:48
A Associação dos Profissionais da Guarda (APG/GNR) lançou hoje uma petição para exigir uma Guarda Nacional Republicana "autónoma do Exército" e um horário de trabalho de referência.

A petição, que vai ser entregue na Assembleia da República após a recolha de mais de 4.000 assinaturas, foi lançada no final de uma manifestação, que juntou centenas de militares da GNR nas ruas de Lisboa.

Os militares da GNR protestaram contra a não aprovação pelo Governo do estatuto da classe, numa manifestação que decorreu entre o Largo de Camões e a residência oficial do primeiro-ministro.

O protesto foi acompanhado de perto pela PSP, que destacou para vigiar a zona da Assembleia da República e a residência do primeiro-ministro cerca de 250 polícias, disse à agência Lusa fonte policial.

O presidente da APG, César Nogueira, afirmou à Lusa que o aparato policial não se justificava, sublinhando que os polícias estavam a cumprir ordens.

César Nogueira disse que o protesto pretende demonstrar o descontentamento pela não aprovação do estatuto da GNR, prometido pelo Governo desde o início da legislatura, e um alerta para o próximo executivo.

"Não aceitamos ser enganados. O dia de hoje é para demonstrar esse descontentamento e deixar um alerta para o próximo Governo, seja ele qual for, que vamos continuar a protestar e que queremos um estatuto digno para a GNR", disse o presidente da APG.

A APG exige também um horário de trabalho compatível com as funções da Guarda, que não exceda as 36 horas semanais, e repudia os processos disciplinares instaurados ao presidente da APG/GNR, a dirigentes e a profissionais da GNR, que "apenas visam calar a indignação" da classe.
Ver noticia AQUI
avatar
иuησ
Tenente-Coronel
Tenente-Coronel

Masculino
Idade : 41
Profissão : GNR Cavª
Nº de Mensagens : 14315
Mensagem :
Nuno Miguel Guedes

Coordenador da Região de Lisboa

ASSOCIAÇÃO DOS PROFISSIONAIS DA GUARDA - APG/GNR

Meu alistamento : 2000 - AIP

https://www.apg-gnr.pt/

Voltar ao Topo Ir em baixo


Importante Re: APG/GNR lança petição para exigir horário de trabalho

Mensagem por иuησ em Sex 17 Jun 2016, 02:39

Faltam apenas 28...
avatar
иuησ
Tenente-Coronel
Tenente-Coronel

Masculino
Idade : 41
Profissão : GNR Cavª
Nº de Mensagens : 14315
Mensagem :
Nuno Miguel Guedes

Coordenador da Região de Lisboa

ASSOCIAÇÃO DOS PROFISSIONAIS DA GUARDA - APG/GNR

Meu alistamento : 2000 - AIP

https://www.apg-gnr.pt/

Voltar ao Topo Ir em baixo

Importante Re: APG/GNR lança petição para exigir horário de trabalho

Mensagem por иuησ em Sex 17 Jun 2016, 14:12

OBJECTIVO CONCLUÍDO!

4000 assinaturas!

Objectivo atingido, obrigado a todos, mesmo aqueles que não assinaram e que tentaram boicotar a petição ...
avatar
иuησ
Tenente-Coronel
Tenente-Coronel

Masculino
Idade : 41
Profissão : GNR Cavª
Nº de Mensagens : 14315
Mensagem :
Nuno Miguel Guedes

Coordenador da Região de Lisboa

ASSOCIAÇÃO DOS PROFISSIONAIS DA GUARDA - APG/GNR

Meu alistamento : 2000 - AIP

https://www.apg-gnr.pt/

Voltar ao Topo Ir em baixo

Importante Re: APG/GNR lança petição para exigir horário de trabalho

Mensagem por FORASTEIRO em Sex 17 Jun 2016, 14:14

иuησ escreveu:OBJECTIVO CONCLUÍDO!

4000 assinaturas!

Objectivo atingido, obrigado a todos, mesmo aqueles que não assinaram e que tentaram boicotar a petição ...
Eu tentei, mas não consegui........
avatar
FORASTEIRO
Capitão
Capitão

Masculino
Idade : 48
Profissão : agente gnr
Nº de Mensagens : 5555
Mensagem : " Responder à ofensa com ofensa é lavar a alma com lama.

O silêncio é um dos argumentos mais difíceis de se rebater. "

Dalai Lam.


Meu alistamento : já faltou mais.!!!

Voltar ao Topo Ir em baixo

Importante Re: APG/GNR lança petição para exigir horário de trabalho

Mensagem por FORASTEIRO em Sex 17 Jun 2016, 14:15

contente3 contente3 contente3 contente3 contente3 contente3 contente3 contente3 contente3 Assinaram a petição 4005.
avatar
FORASTEIRO
Capitão
Capitão

Masculino
Idade : 48
Profissão : agente gnr
Nº de Mensagens : 5555
Mensagem : " Responder à ofensa com ofensa é lavar a alma com lama.

O silêncio é um dos argumentos mais difíceis de se rebater. "

Dalai Lam.


Meu alistamento : já faltou mais.!!!

Voltar ao Topo Ir em baixo

Importante Re: APG/GNR lança petição para exigir horário de trabalho

Mensagem por CARI2013 em Sex 17 Jun 2016, 15:47

Assinaturas já conseguidas: 4050    

http://peticaopublica.com/pview.aspx?pi=peticao-apg-gnr

A petição, só chegará à Assembleia da República e aí será "debatida", quando forem recolhidas   4.000 assinaturas  validadas (número mínimo).
  falta conferir e validar 4000 assinaturas.  Admitindo que algumas assinaturas podem não ser validas, importa continuar a assinar a petição. 


Portugal Ups beer  
«Não há bom sonho que se realize sem uma coisa chamada ATITUDE!»
Augusto Branco
avatar
CARI2013
Sargento-Mor
Sargento-Mor

Masculino
Idade : 35
Profissão : GNR
Nº de Mensagens : 2860
Mensagem : «Uma das maiores subtilezas da arte militar é nunca levar o inimigo ao desespero.»
(Michel de Montaigne)
Meu alistamento : Aqui podes colocar o ano do teu alistamento!(Facultativo)

Voltar ao Topo Ir em baixo

Importante Re: APG/GNR lança petição para exigir horário de trabalho

Mensagem por saviola em Dom 19 Jun 2016, 08:57

Fixe
avatar
saviola
Cabo-Chefe
Cabo-Chefe

Masculino
Idade : 40
Profissão : agente das forças de segurança
Nº de Mensagens : 232
Mensagem : "Who Dares Wins"

Voltar ao Topo Ir em baixo

Importante Re: APG/GNR lança petição para exigir horário de trabalho

Mensagem por FORASTEIRO em Dom 19 Jun 2016, 12:02

4.064 Fixe
avatar
FORASTEIRO
Capitão
Capitão

Masculino
Idade : 48
Profissão : agente gnr
Nº de Mensagens : 5555
Mensagem : " Responder à ofensa com ofensa é lavar a alma com lama.

O silêncio é um dos argumentos mais difíceis de se rebater. "

Dalai Lam.


Meu alistamento : já faltou mais.!!!

Voltar ao Topo Ir em baixo

Importante Re: APG/GNR lança petição para exigir horário de trabalho

Mensagem por JNSilva em Dom 19 Jun 2016, 15:51

Até que enfim...
Lamento ter demorado tanto tempo...
avatar
JNSilva
Furriel
Furriel

Masculino
Idade : 43
Profissão : Guarda Infantaria GNR
Nº de Mensagens : 487
Meu alistamento : Nov 1997

Voltar ao Topo Ir em baixo

Importante Re: APG/GNR lança petição para exigir horário de trabalho

Mensagem por иuησ em Seg 20 Jun 2016, 18:10

É verdade, também lamento. Está-se tudo nas tintas...

Agora, é os preparativos para ser enviado ao destinatário e aguardar... Desde Dezembro de 2012 que o processo do horário de trabalho que decorre no Tribunal Administrativo aguarda desfecho...
avatar
иuησ
Tenente-Coronel
Tenente-Coronel

Masculino
Idade : 41
Profissão : GNR Cavª
Nº de Mensagens : 14315
Mensagem :
Nuno Miguel Guedes

Coordenador da Região de Lisboa

ASSOCIAÇÃO DOS PROFISSIONAIS DA GUARDA - APG/GNR

Meu alistamento : 2000 - AIP

https://www.apg-gnr.pt/

Voltar ao Topo Ir em baixo

Importante Re: APG/GNR lança petição para exigir horário de trabalho

Mensagem por carlos morais em Seg 20 Jun 2016, 18:47

O mal é que na Guarda estão sempre os mesmos à espera da mama,e os que fazem alguma coisa são sempre criticados.   militar

carlos morais
1º Sargento
1º Sargento

Masculino
Idade : 58
Profissão : GNR
Nº de Mensagens : 1148
Mensagem : Pela Patria e pela Lei
Meu alistamento : Aqui podes colocar o ano do teu alistamento!
1983

Voltar ao Topo Ir em baixo

Importante Re: APG/GNR lança petição para exigir horário de trabalho

Mensagem por CARI2013 em Seg 20 Jun 2016, 19:18

4066.
Espero que a Assembleia da Republica não venha com o argumento que esta em estudo a portaria que regulamentará o horário de trabalho...e, por isso , não dêem a importância devida à petição...
avatar
CARI2013
Sargento-Mor
Sargento-Mor

Masculino
Idade : 35
Profissão : GNR
Nº de Mensagens : 2860
Mensagem : «Uma das maiores subtilezas da arte militar é nunca levar o inimigo ao desespero.»
(Michel de Montaigne)
Meu alistamento : Aqui podes colocar o ano do teu alistamento!(Facultativo)

Voltar ao Topo Ir em baixo

Importante Re: APG/GNR lança petição para exigir horário de trabalho

Mensagem por Guarda que anda à linha em Ter 21 Jun 2016, 01:40

CARI2013 escreveu:4066.
Espero que a Assembleia da Republica não venha com o argumento que esta em estudo a portaria que regulamentará o horário de trabalho...e, por isso , não dêem a importância devida à petição...


Desse ponto de vista, do argumento de que está em estudo a portaria que regulamenta o horário de trabalho, eu até acredito que não deem a importância devida à petição.

É que, se repararmos bem, o objetivo principal que está na petição, em que, de 24 pontos só no 17 é que se começa a falar no horário de referencia. Sendo que, na maior parte dos outros pontos todos, do que se fala principalmente é no afastamento da Guarda, dos militares do exército em comissão de serviço na Guarda. Provavelmente, alguém vai chegar à conclusão que uma coisa não terá nada a ver com a outra e, por isso, não irão dar a devida importância à petição!
avatar
Guarda que anda à linha
2º Sargento
2º Sargento

Masculino
Idade : 51
Profissão : Funcionário publico
Nº de Mensagens : 859
Meu alistamento : Aqui podes colocar o ano do teu alistamento!(Facultativo)

Voltar ao Topo Ir em baixo

Importante Re: APG/GNR lança petição para exigir horário de trabalho

Mensagem por Carpe diem em Qua 22 Jun 2016, 20:07

Assinem, e depois queixem - se que são  tratados como funcionários  públicos  e não como militares
avatar
Carpe diem
Cabo-Mor
Cabo-Mor

Masculino
Idade : 52
Profissão : Militar GNR
Nº de Mensagens : 399
Meu alistamento : Aqui podes colocar o ano do teu alistamento!

Voltar ao Topo Ir em baixo

Importante Re: APG/GNR lança petição para exigir horário de trabalho

Mensagem por CARI2013 em Seg 27 Jun 2016, 23:54

Qual será o "ponto de situação" da petição ?
avatar
CARI2013
Sargento-Mor
Sargento-Mor

Masculino
Idade : 35
Profissão : GNR
Nº de Mensagens : 2860
Mensagem : «Uma das maiores subtilezas da arte militar é nunca levar o inimigo ao desespero.»
(Michel de Montaigne)
Meu alistamento : Aqui podes colocar o ano do teu alistamento!(Facultativo)

Voltar ao Topo Ir em baixo

Importante Re: APG/GNR lança petição para exigir horário de trabalho

Mensagem por CARI2013 em Qui 30 Jun 2016, 14:52

CARI2013 escreveu:Qual será o "ponto de situação" da petição ?
furioso
avatar
CARI2013
Sargento-Mor
Sargento-Mor

Masculino
Idade : 35
Profissão : GNR
Nº de Mensagens : 2860
Mensagem : «Uma das maiores subtilezas da arte militar é nunca levar o inimigo ao desespero.»
(Michel de Montaigne)
Meu alistamento : Aqui podes colocar o ano do teu alistamento!(Facultativo)

Voltar ao Topo Ir em baixo

Importante Re: APG/GNR lança petição para exigir horário de trabalho

Mensagem por Guarda que anda à linha em Qui 30 Jun 2016, 14:59

CARI2013 escreveu:
CARI2013 escreveu:Qual será o "ponto de situação" da petição ?
furioso

Provavelmente não será grande ponto.

É que, se repararmos bem, o objetivo principal que está na petição, em que, de 24 pontos só no 17 é que se começa a falar no horário de referencia. Sendo que, na maior parte dos outros pontos todos, do que se fala principalmente é no afastamento da Guarda, dos militares do exército em comissão de serviço na Guarda. Provavelmente, alguém vai chegar à conclusão que uma coisa não terá nada a ver com a outra e, por isso, não irão dar grande ponto à petição!
avatar
Guarda que anda à linha
2º Sargento
2º Sargento

Masculino
Idade : 51
Profissão : Funcionário publico
Nº de Mensagens : 859
Meu alistamento : Aqui podes colocar o ano do teu alistamento!(Facultativo)

Voltar ao Topo Ir em baixo

Importante Re: APG/GNR lança petição para exigir horário de trabalho

Mensagem por Lobo Marinho em Sex 01 Jul 2016, 16:26

Guarda que anda à linha escreveu:
CARI2013 escreveu:
CARI2013 escreveu:Qual será o "ponto de situação" da petição ?
furioso

Provavelmente não será grande ponto.

É que, se repararmos bem, o objetivo principal que está na petição, em que, de 24 pontos só no 17 é que se começa a falar no horário de referencia. Sendo que, na maior parte dos outros pontos todos, do que se fala principalmente é no afastamento da Guarda, dos militares do exército em comissão de serviço na Guarda. Provavelmente, alguém vai chegar à conclusão que uma coisa não terá nada a ver com a outra e, por isso, não irão dar grande ponto à petição!

Nada é feito ou dito de forma inocente. A arte de manipular é uma ciência profundamente estudada e testada diariamente ao nível politico e ideológico.
O meritíssimo Juiz jubilado Dr. Bernardo Colaço tem toda  a legitimidade do mundo para ser contra o sistema dual da segurança interna do País . Aprecio e aplaudo a forma frontal e clara como o afirma e defende, pena que tenha algumas incongruências e imprecisões na sua análise, contudo acredito como pessoa inteligente que é, que não nos está a tentar passar um atestado de menoridade intelectual mas trata-se apenas da arte de manipular factos e opiniões. Infelizmente outros que  por aqui andam e se dizem legítimos representantes dos Militares que servem na GNR, mas que abjetam  a palavra "Militar" substituindo-a por "profissionais da Guarda" como se um Militar não fosse um profissional...mas dizia eu, outros que por aqui andam falta-lhes a coragem e a frontalidade que caracterizem o meritíssimo Juiz Bernardo Colaço...
Creio que não valará a pena ir ao pormenor . Deixo para reflexão de uns e de outros este link:
http://www.abrilabril.pt/gnr-uma-forca-de-seguranca-com-militares
avatar
Lobo Marinho
Cabo
Cabo

Masculino
Idade : 52
Profissão : Militar GNR
Nº de Mensagens : 131
Meu alistamento : Aqui podes colocar o ano do teu alistamento!(Facultativo)

Voltar ao Topo Ir em baixo

Importante Re: APG/GNR lança petição para exigir horário de trabalho

Mensagem por CARI2013 em Sex 01 Jul 2016, 17:30

Lobo Marinho escreveu:
Guarda que anda à linha escreveu:
CARI2013 escreveu:
furioso

Provavelmente não será grande ponto.

É que, se repararmos bem, o objetivo principal que está na petição, em que, de 24 pontos só no 17 é que se começa a falar no horário de referencia. Sendo que, na maior parte dos outros pontos todos, do que se fala principalmente é no afastamento da Guarda, dos militares do exército em comissão de serviço na Guarda. Provavelmente, alguém vai chegar à conclusão que uma coisa não terá nada a ver com a outra e, por isso, não irão dar grande ponto à petição!

Nada é feito ou dito de forma inocente. A arte de manipular é uma ciência profundamente estudada e testada diariamente ao nível politico e ideológico.
O meritíssimo Juiz jubilado Dr. Bernardo Colaço tem toda  a legitimidade do mundo para ser contra o sistema dual da segurança interna do País . Aprecio e aplaudo a forma frontal e clara como o afirma e defende, pena que tenha algumas incongruências e imprecisões na sua análise, contudo acredito como pessoa inteligente que é, que não nos está a tentar passar um atestado de menoridade intelectual mas trata-se apenas da arte de manipular factos e opiniões. Infelizmente outros que  por aqui andam e se dizem legítimos representantes dos Militares que servem na GNR, mas que abjetam  a palavra "Militar" substituindo-a por "profissionais da Guarda" como se um Militar não fosse um profissional...mas dizia eu, outros que por aqui andam falta-lhes a coragem e a frontalidade que caracterizem o meritíssimo Juiz Bernardo Colaço...
Creio que não valará a pena ir ao pormenor . Deixo para reflexão de uns e de outros este link:
http://www.abrilabril.pt/gnr-uma-forca-de-seguranca-com-militares
https://youtu.be/0vMFevu7ozg
avatar
CARI2013
Sargento-Mor
Sargento-Mor

Masculino
Idade : 35
Profissão : GNR
Nº de Mensagens : 2860
Mensagem : «Uma das maiores subtilezas da arte militar é nunca levar o inimigo ao desespero.»
(Michel de Montaigne)
Meu alistamento : Aqui podes colocar o ano do teu alistamento!(Facultativo)

Voltar ao Topo Ir em baixo

Importante Re: APG/GNR lança petição para exigir horário de trabalho

Mensagem por Guarda que anda à linha em Sex 01 Jul 2016, 19:10

"Infelizmente outros que  por aqui andam e se dizem legítimos representantes dos Militares que servem na GNR, mas que abjetam  a palavra "Militar" substituindo-a por "profissionais da Guarda" como se um Militar não fosse um profissional..."

Pois é Lobo Marinho, e até direi mais. Também estou para ver a cara de alguns dos representados, quiçá, agora iludidos pelo discurso ilusório dos seus representantes (dos tais que têm aversão à palavra militar) onde a ilusão agora vendida, apenas se resume a um punhado de horas de serviço a mais ou a menos ao fim de uma semana de trabalho. Quando, depois, provavelmente as regras de saída do serviço e de aposentação deixarem de ser aquelas com que estão a contar hoje e que tanto alguns anseiam e desesperam.
avatar
Guarda que anda à linha
2º Sargento
2º Sargento

Masculino
Idade : 51
Profissão : Funcionário publico
Nº de Mensagens : 859
Meu alistamento : Aqui podes colocar o ano do teu alistamento!(Facultativo)

Voltar ao Topo Ir em baixo

Importante Re: APG/GNR lança petição para exigir horário de trabalho

Mensagem por Lobo Marinho em Sex 01 Jul 2016, 23:11

Guarda que anda à linha escreveu:
"Infelizmente outros que  por aqui andam e se dizem legítimos representantes dos Militares que servem na GNR, mas que abjetam  a palavra "Militar" substituindo-a por "profissionais da Guarda" como se um Militar não fosse um profissional..."

Pois é Lobo Marinho, e até direi mais. Também estou para ver a cara de alguns dos representados, quiçá, agora iludidos pelo discurso ilusório dos seus representantes (dos tais que têm aversão à palavra militar) onde a ilusão agora vendida, apenas se resume a um punhado de horas de serviço a mais ou a menos ao fim de uma semana de trabalho. Quando, depois, provavelmente as regras de saída do serviço e de aposentação deixarem de ser aquelas com que estão a contar hoje e que tanto alguns anseiam e desesperam.

Quanto a isso penso que ninguém poderá ter duvidas. Um militar para ser militar não pode ter atribuído um horário de referencia. Os tempos de hoje são incomparáveis com os tempos de há 30 anos atrás, quando se faziam cento e tal horas por semana, quando eramos pais, por vezes só ao fim de oito dias do nascimento conseguíamos ou permitiam-nos algumas horas para irmos ver o novo rebento da família...não queremos de forma nenhuma esse tempo...hoje de certa forma passou-se do oito para o oitenta. Temos direito a todo o tipo de licenças e dispensas , é apoio à mulher porque está grávidas, é da paternidade , é a partilhada, é a da aleitação, é as baixas de diversa ordem, algumas só porque meteram a pata na poça e pagas a 100% etc...etc. agora o horário e tudo está já definido, com tudo isto não havia forma de defender o acréscimo do tempo de serviço ...mais uma vez o resultado está à vista, a média de ingresso na GNR é 24 anos, a CGA exige no mínimo 40 anos de descontos, Agora façam as contas do 1º ano do 1º ciclo...A seguir, podem ter a certeza que vai ser questionado a legitimidade do Suplemento das FS...já por aí andam uns abutres a legislarem no sentido de nos excluírem dos regimes especiais  e aplicar a lei 34.
Pergunto o que andam as associações a fazer...ah já me esquecia, a discutir o horário de referência.
avatar
Lobo Marinho
Cabo
Cabo

Masculino
Idade : 52
Profissão : Militar GNR
Nº de Mensagens : 131
Meu alistamento : Aqui podes colocar o ano do teu alistamento!(Facultativo)

Voltar ao Topo Ir em baixo

Importante Re: APG/GNR lança petição para exigir horário de trabalho

Mensagem por CARI2013 em Sex 01 Jul 2016, 23:24

«O Estado Novo desqualificou a GNR, enfatizando o seu carácter rural, ainda vigente no inicio dos anos 80 do século passado, afastando-a dos centros de decisão politica e, sobretudo , remetendo-a ao território continental então designado por Metrópole, desse modo mantendo-a longe dos desígnios do Império . Ironicamente , é no Quartel do Carmo que se desencadeiam os principais acontecimentos a 25 de Abril de 1974.
Depois do 25 de Abril de 1974, a GNR cairia em desgraça, passando a ser encarada como uma indesejável remanescência do antigo regime.
A caminho entre a Policia e o Exercito , a GNR tinha no inicio dos anos 1980, uma natureza relativamente híbrida- e grandemente indefinida. Hibridez que resultava do facto de ser aquela um corpo de guardas predominantemente militar - nos seus quadros, na sua formação , na sua cultura - a exercer funções predominantemente civis.
Pelos vistos, ainda hoje a entidade e praxis da GNR sofre da indefinição que resulta do cruzamento das culturas militar e civil.
Em Dezembro de 1983 , o Comandante Geral da GNR, Tenente General Tomé Pinto, ameaçou o poder politico com a sua demissão do cargo de Comandante Geral da GNR caso os Estatuto e Lei Orgânica de 1983 , não fossem aprovados nos termos em que os tinha redigido. Ganhou a "batalha" na luta contra aqueles- que eram muitos -que desejavam retirar a natureza militar à GNR!»
Fonte: Livro " TEN GENERAL ALÍPIO TOMÉ PINTO - o Capitão do quadrado", editora " Ler Devagar", 2016.
NOTA: UM COMANDANTE GERAL CORAJOSO! ESPERO QUE O ACTUAL COMANDANTE GERAL DA GNR  - NUM MOMENTO EM QUE QUE ESTÃO EM CURSO O NOVO ESTATUTO E LEI ORGÂNICA DA GNR - TENHA A MESMA CORAGEM...
avatar
CARI2013
Sargento-Mor
Sargento-Mor

Masculino
Idade : 35
Profissão : GNR
Nº de Mensagens : 2860
Mensagem : «Uma das maiores subtilezas da arte militar é nunca levar o inimigo ao desespero.»
(Michel de Montaigne)
Meu alistamento : Aqui podes colocar o ano do teu alistamento!(Facultativo)

Voltar ao Topo Ir em baixo

Importante Re: APG/GNR lança petição para exigir horário de trabalho

Mensagem por Overlord em Sex 01 Jul 2016, 23:59

Lobo Marinho escreveu:
Guarda que anda à linha escreveu:
"Infelizmente outros que  por aqui andam e se dizem legítimos representantes dos Militares que servem na GNR, mas que abjetam  a palavra "Militar" substituindo-a por "profissionais da Guarda" como se um Militar não fosse um profissional..."

Pois é Lobo Marinho, e até direi mais. Também estou para ver a cara de alguns dos representados, quiçá, agora iludidos pelo discurso ilusório dos seus representantes (dos tais que têm aversão à palavra militar) onde a ilusão agora vendida, apenas se resume a um punhado de horas de serviço a mais ou a menos ao fim de uma semana de trabalho. Quando, depois, provavelmente as regras de saída do serviço e de aposentação deixarem de ser aquelas com que estão a contar hoje e que tanto alguns anseiam e desesperam.

Quanto a isso penso que ninguém poderá ter duvidas. Um militar para ser militar não pode ter atribuído um horário de referencia. Os tempos de hoje são incomparáveis com os tempos de há 30 anos atrás, quando se faziam cento e tal horas por semana, quando eramos pais, por vezes só ao fim de oito dias do nascimento conseguíamos ou permitiam-nos algumas horas para irmos ver o novo rebento da família...não queremos de forma nenhuma esse tempo...hoje de certa forma passou-se do oito para o oitenta. Temos direito a todo o tipo de licenças e dispensas , é apoio à mulher porque está grávidas, é da paternidade , é a partilhada, é a da aleitação, é as baixas de diversa ordem, algumas só porque meteram a pata na poça e pagas a 100% etc...etc. agora o horário e tudo está já definido, com tudo isto não havia forma de defender o acréscimo do tempo de serviço ...mais uma vez o resultado está à vista, a média de ingresso na GNR é 24 anos, a CGA exige no mínimo 40 anos de descontos, Agora façam as contas do 1º ano do 1º ciclo...A seguir, podem ter a certeza que vai ser questionado a legitimidade do Suplemento das FS...já por aí andam uns abutres a legislarem no sentido de nos excluírem dos regimes especiais  e aplicar a lei 34.
Pergunto o que andam as associações a fazer...ah já me esquecia, a discutir o horário de referência.

Desculpe-la mas voçe parou no tempo, não fazemos cento e tal horas, mas fazemos em alguns casos 60 e tal horas, depois que outra profissão no estado esta arriscada levar um tiro e morrer??? Ahh pois nemhuma, então la por termos essas licenças todas que se calhar voçe não gozou mas hoje em dia podem ser gozadas não uqe dizer que tenhmos que perder o suplemento de forças de segurança.

PS: Se um dia se lembrarem disso guardo a pistola e não saio do posto e se vierem a assaltar o posto ligo para a PSP
avatar
Overlord
2º Sargento
2º Sargento

Masculino
Idade : 87
Profissão : GUarda de infantaria
Nº de Mensagens : 887

Voltar ao Topo Ir em baixo

Importante Re: APG/GNR lança petição para exigir horário de trabalho

Mensagem por 7/8 em Sab 02 Jul 2016, 01:42

ipiranga escreveu:
Lobo Marinho escreveu:
Guarda que anda à linha escreveu:
"Infelizmente outros que  por aqui andam e se dizem legítimos representantes dos Militares que servem na GNR, mas que abjetam  a palavra "Militar" substituindo-a por "profissionais da Guarda" como se um Militar não fosse um profissional..."

Pois é Lobo Marinho, e até direi mais. Também estou para ver a cara de alguns dos representados, quiçá, agora iludidos pelo discurso ilusório dos seus representantes (dos tais que têm aversão à palavra militar) onde a ilusão agora vendida, apenas se resume a um punhado de horas de serviço a mais ou a menos ao fim de uma semana de trabalho. Quando, depois, provavelmente as regras de saída do serviço e de aposentação deixarem de ser aquelas com que estão a contar hoje e que tanto alguns anseiam e desesperam.

Quanto a isso penso que ninguém poderá ter duvidas. Um militar para ser militar não pode ter atribuído um horário de referencia. Os tempos de hoje são incomparáveis com os tempos de há 30 anos atrás, quando se faziam cento e tal horas por semana, quando eramos pais, por vezes só ao fim de oito dias do nascimento conseguíamos ou permitiam-nos algumas horas para irmos ver o novo rebento da família...não queremos de forma nenhuma esse tempo...hoje de certa forma passou-se do oito para o oitenta. Temos direito a todo o tipo de licenças e dispensas , é apoio à mulher porque está grávidas, é da paternidade , é a partilhada, é a da aleitação, é as baixas de diversa ordem, algumas só porque meteram a pata na poça e pagas a 100% etc...etc. agora o horário e tudo está já definido, com tudo isto não havia forma de defender o acréscimo do tempo de serviço ...mais uma vez o resultado está à vista, a média de ingresso na GNR é 24 anos, a CGA exige no mínimo 40 anos de descontos, Agora façam as contas do 1º ano do 1º ciclo...A seguir, podem ter a certeza que vai ser questionado a legitimidade do Suplemento das FS...já por aí andam uns abutres a legislarem no sentido de nos excluírem dos regimes especiais  e aplicar a lei 34.
Pergunto o que andam as associações a fazer...ah já me esquecia, a discutir o horário de referência.

Desculpe-la mas voçe parou no tempo, não fazemos cento e tal horas, mas fazemos em alguns casos 60 e tal horas, depois que outra profissão no estado esta arriscada levar um tiro e morrer??? Ahh pois nemhuma, então la por termos essas licenças todas que se calhar voçe não gozou mas hoje em dia podem ser gozadas não uqe dizer que tenhmos que perder o suplemento de forças de segurança.

PS: Se um dia se lembrarem disso guardo a pistola e não saio do posto e se vierem a assaltar o posto ligo para a PSP

Mas o que não falta por ai são militares que já usufruem á muito do horário de referência e nem tão pouco sabem o que é fazer noites atrás de noites fins de semana e muitas vezes nem tempo ter para descansar entre cada serviço, no entanto são tão militares como queles que não sabem o que é ter um horário digno, ás tantas são esses militares que não têm grande interesse na existência de um horário de referência pois já o fazem e com direito a tudo igual aos outros que dão o corpo e a saúde ao manifesto.
Ou se tratam todos de igual forma e passam todos pelos mesmos sacrifícios ou tem que se diferenciar e compensar quem realmente está sujeito ás adversidades,  é uma questão de justiça.
Isto de andar a fazer noites feriados e fins de semana, horas e horas sem descansar com turnos completamente irregulares, ser o primeiro a dar o corpo ás balas e ao que aparecer e ainda ganhar menos á hora, e no final de contas um individuo que está de segunda a sexta das 9 ás 17 na secretária, ou a tirar cafés e varrer paradas ou mudar óleos aos carros etc. ser tao militar como os outros não vai com nada.
Ou estão todos bem ou estão todos mal, são todos militares.

7/8
Cabo
Cabo

Masculino
Idade : 35
Profissão : gnr
Nº de Mensagens : 150
Meu alistamento : Aqui podes colocar o ano do teu alistamento!(Facultativo)

Voltar ao Topo Ir em baixo

Importante Re: APG/GNR lança petição para exigir horário de trabalho

Mensagem por Lobo Marinho em Sab 02 Jul 2016, 23:45

ipiranga escreveu:
Lobo Marinho escreveu:
Guarda que anda à linha escreveu:
"Infelizmente outros que  por aqui andam e se dizem legítimos representantes dos Militares que servem na GNR, mas que abjetam  a palavra "Militar" substituindo-a por "profissionais da Guarda" como se um Militar não fosse um profissional..."

Pois é Lobo Marinho, e até direi mais. Também estou para ver a cara de alguns dos representados, quiçá, agora iludidos pelo discurso ilusório dos seus representantes (dos tais que têm aversão à palavra militar) onde a ilusão agora vendida, apenas se resume a um punhado de horas de serviço a mais ou a menos ao fim de uma semana de trabalho. Quando, depois, provavelmente as regras de saída do serviço e de aposentação deixarem de ser aquelas com que estão a contar hoje e que tanto alguns anseiam e desesperam.

Quanto a isso penso que ninguém poderá ter duvidas. Um militar para ser militar não pode ter atribuído um horário de referencia. Os tempos de hoje são incomparáveis com os tempos de há 30 anos atrás, quando se faziam cento e tal horas por semana, quando eramos pais, por vezes só ao fim de oito dias do nascimento conseguíamos ou permitiam-nos algumas horas para irmos ver o novo rebento da família...não queremos de forma nenhuma esse tempo...hoje de certa forma passou-se do oito para o oitenta. Temos direito a todo o tipo de licenças e dispensas , é apoio à mulher porque está grávidas, é da paternidade , é a partilhada, é a da aleitação, é as baixas de diversa ordem, algumas só porque meteram a pata na poça e pagas a 100% etc...etc. agora o horário e tudo está já definido, com tudo isto não havia forma de defender o acréscimo do tempo de serviço ...mais uma vez o resultado está à vista, a média de ingresso na GNR é 24 anos, a CGA exige no mínimo 40 anos de descontos, Agora façam as contas do 1º ano do 1º ciclo...A seguir, podem ter a certeza que vai ser questionado a legitimidade do Suplemento das FS...já por aí andam uns abutres a legislarem no sentido de nos excluírem dos regimes especiais  e aplicar a lei 34.
Pergunto o que andam as associações a fazer...ah já me esquecia, a discutir o horário de referência.

Desculpe-la mas voçe parou no tempo, não fazemos cento e tal horas, mas fazemos em alguns casos 60 e tal horas, depois que outra profissão no estado esta arriscada levar um tiro e morrer??? Ahh pois nemhuma, então la por termos essas licenças todas que se calhar voçe não gozou mas hoje em dia podem ser gozadas não uqe dizer que tenhmos que perder o suplemento de forças de segurança.

PS: Se um dia se lembrarem disso guardo a pistola e não saio do posto e se vierem a assaltar o posto ligo para a PSP

Companheiro, sabe porque foi criado suplemento das FS? Sabe que em 2009 essa questão esteve colocada na mesa do MAI, por imposição do MD, pelo motivo de no EMGNR constar o horário de referência .
Ao contrário do que escreveu, não parei no tempo, porque este também é o meu tempo, leia bem o que  escrevi. Quanto às 60 horas semanais, se eu lhe pedisse  meia dúzia dessas ocorrências em todo o universo da Guarda se calhar teria alguma dificuldade  em enumera-las...sabe que hoje tudo está informatizado??!! e não quero com isto dizer que não aconteça uma situação ou outra, umas justificáveis, outras deveriam responsabilizar o comando por terem ocorrido.
Sabe, apesar de ter parado no tempo, como afirmou, jamais colocaria aqui situações com o intuito de especular ou manipular informações ou opiniões ...
avatar
Lobo Marinho
Cabo
Cabo

Masculino
Idade : 52
Profissão : Militar GNR
Nº de Mensagens : 131
Meu alistamento : Aqui podes colocar o ano do teu alistamento!(Facultativo)

Voltar ao Topo Ir em baixo

Importante Re: APG/GNR lança petição para exigir horário de trabalho

Mensagem por DNS em Dom 03 Jul 2016, 10:56

O mi isterio da defesa colocou na mesa o suplemento das forças de segurança pelo horário da gnr? E também o colocou em causa o mesmo suplemento na PSP onde existe um horário? E já agora porque não coloca também em cima da mesa a não atribuição do suplemento de condição militar na gnr?
avatar
DNS
2º Sargento
2º Sargento

Masculino
Idade : 105
Profissão : GNR
Nº de Mensagens : 655
Meu alistamento : Aqui podes colocar o ano do teu alistamento!(Facultativo)

Voltar ao Topo Ir em baixo

Importante Re: APG/GNR lança petição para exigir horário de trabalho

Mensagem por Overlord em Dom 03 Jul 2016, 12:21

Lobo Marinho escreveu:
ipiranga escreveu:
Lobo Marinho escreveu:

Quanto a isso penso que ninguém poderá ter duvidas. Um militar para ser militar não pode ter atribuído um horário de referencia. Os tempos de hoje são incomparáveis com os tempos de há 30 anos atrás, quando se faziam cento e tal horas por semana, quando eramos pais, por vezes só ao fim de oito dias do nascimento conseguíamos ou permitiam-nos algumas horas para irmos ver o novo rebento da família...não queremos de forma nenhuma esse tempo...hoje de certa forma passou-se do oito para o oitenta. Temos direito a todo o tipo de licenças e dispensas , é apoio à mulher porque está grávidas, é da paternidade , é a partilhada, é a da aleitação, é as baixas de diversa ordem, algumas só porque meteram a pata na poça e pagas a 100% etc...etc. agora o horário e tudo está já definido, com tudo isto não havia forma de defender o acréscimo do tempo de serviço ...mais uma vez o resultado está à vista, a média de ingresso na GNR é 24 anos, a CGA exige no mínimo 40 anos de descontos, Agora façam as contas do 1º ano do 1º ciclo...A seguir, podem ter a certeza que vai ser questionado a legitimidade do Suplemento das FS...já por aí andam uns abutres a legislarem no sentido de nos excluírem dos regimes especiais  e aplicar a lei 34.
Pergunto o que andam as associações a fazer...ah já me esquecia, a discutir o horário de referência.

Desculpe-la mas voçe parou no tempo, não fazemos cento e tal horas, mas fazemos em alguns casos 60 e tal horas, depois que outra profissão no estado esta arriscada levar um tiro e morrer??? Ahh pois nemhuma, então la por termos essas licenças todas que se calhar voçe não gozou mas hoje em dia podem ser gozadas não uqe dizer que tenhmos que perder o suplemento de forças de segurança.

PS: Se um dia se lembrarem disso guardo a pistola e não saio do posto e se vierem a assaltar o posto ligo para a PSP

Companheiro, sabe porque foi criado suplemento das FS? Sabe que em 2009 essa questão esteve colocada na mesa do MAI, por imposição do MD, pelo motivo de no EMGNR constar o horário de referência .
Ao contrário do que escreveu, não parei no tempo, porque este também é o meu tempo, leia bem o que  escrevi. Quanto às 60 horas semanais, se eu lhe pedisse  meia dúzia dessas ocorrências em todo o universo da Guarda se calhar teria alguma dificuldade  em enumera-las...sabe que hoje tudo está informatizado??!! e não quero com isto dizer que não aconteça uma situação ou outra, umas justificáveis, outras deveriam responsabilizar o comando por terem ocorrido.
Sabe, apesar de ter parado no tempo, como afirmou, jamais colocaria aqui situações com o intuito de especular ou manipular informações ou opiniões ...


Digo mais o Ministerio da Defesa pós isso em cima da mesa porque a GNR é o quintal deles onde vem enterrar os generais que não tem espaço no exercito e só por isso não temos horário de trabalho. Já agora explique-la porque é que a na PSP se pode ganhar suplemento de Forças de Segurança e ter horário de trabalho mas segundo você isso ja seria incompatível na Gnr sendo que nos fazemos exactamente o mesmo trabalho? e pelo que entendi se você tem acesso a tudo então deve ser um administrativo da GNR e portanto tem um horário de trabalho encapotado ao contrario de mim que trabalho Fins de semana e três noites por semana. 

Quando se acabarem os Generais da outra tropa cá o ministerio da Defesa só tem que falar para a GNR e por causa da GNR quando entrarmos em GUERRA e até la não deve mandar bitaites nenhuns ca para o nosso lado.
avatar
Overlord
2º Sargento
2º Sargento

Masculino
Idade : 87
Profissão : GUarda de infantaria
Nº de Mensagens : 887

Voltar ao Topo Ir em baixo

Importante Re: APG/GNR lança petição para exigir horário de trabalho

Mensagem por Lobo Marinho em Dom 03 Jul 2016, 13:59

ipiranga escreveu:
Lobo Marinho escreveu:
ipiranga escreveu:

Desculpe-la mas voçe parou no tempo, não fazemos cento e tal horas, mas fazemos em alguns casos 60 e tal horas, depois que outra profissão no estado esta arriscada levar um tiro e morrer??? Ahh pois nemhuma, então la por termos essas licenças todas que se calhar voçe não gozou mas hoje em dia podem ser gozadas não uqe dizer que tenhmos que perder o suplemento de forças de segurança.

PS: Se um dia se lembrarem disso guardo a pistola e não saio do posto e se vierem a assaltar o posto ligo para a PSP

Companheiro, sabe porque foi criado suplemento das FS? Sabe que em 2009 essa questão esteve colocada na mesa do MAI, por imposição do MD, pelo motivo de no EMGNR constar o horário de referência .
Ao contrário do que escreveu, não parei no tempo, porque este também é o meu tempo, leia bem o que  escrevi. Quanto às 60 horas semanais, se eu lhe pedisse  meia dúzia dessas ocorrências em todo o universo da Guarda se calhar teria alguma dificuldade  em enumera-las...sabe que hoje tudo está informatizado??!! e não quero com isto dizer que não aconteça uma situação ou outra, umas justificáveis, outras deveriam responsabilizar o comando por terem ocorrido.
Sabe, apesar de ter parado no tempo, como afirmou, jamais colocaria aqui situações com o intuito de especular ou manipular informações ou opiniões ...


Digo mais o Ministerio da Defesa pós isso em cima da mesa porque a GNR é o quintal deles onde vem enterrar os generais que não tem espaço no exercito e só por isso não temos horário de trabalho. Já agora explique-la porque é que a na PSP se pode ganhar suplemento de Forças de Segurança e ter horário de trabalho mas segundo você isso ja seria incompatível na Gnr sendo que nos fazemos exactamente o mesmo trabalho? e pelo que entendi se você tem acesso a tudo então deve ser um administrativo da GNR e portanto tem um horário de trabalho encapotado ao contrario de mim que trabalho Fins de semana e três noites por semana. 

Quando se acabarem os Generais da outra tropa cá o ministerio da Defesa só tem que falar para a GNR e por causa da GNR quando entrarmos em GUERRA e até la não deve mandar bitaites nenhuns ca para o nosso lado.
Não me diga que só os administrativos têm acesso à informação e são os únicos bem informados? Olhe que está a ser injusto para com os presidentes das diversas associações...Em 2009 esteve em cima de mesa o fim do SFF, com a integração apenas de uma parte dele no vencimento base...isso foi do conhecimento geral, não apenas dos "administrativos"...
avatar
Lobo Marinho
Cabo
Cabo

Masculino
Idade : 52
Profissão : Militar GNR
Nº de Mensagens : 131
Meu alistamento : Aqui podes colocar o ano do teu alistamento!(Facultativo)

Voltar ao Topo Ir em baixo

Importante Re: APG/GNR lança petição para exigir horário de trabalho

Mensagem por Overlord em Dom 03 Jul 2016, 16:16

Em relação aos suplementos eu não defendo a fim deles, defendo um aumento do vencimento base, um aumento do suplemento de patrulha e a correcta atribuição dos suplementos a quem faz serviço operacional sendo quem é a primeira linha(patrulheiro) deveria ser o que ganhasse valor mais alto pois chegam sempre primeiro as ocorrências sem o equipamento correcto e sem saber ao que vais muitas vezes.

Aos guardas administrativos eu defendo que ganhem apenas o base e mais nada, pois não fazem noites, não fazem fins-de-semana e o risco maximo que correm é cortarem-se com um folha de papel.
avatar
Overlord
2º Sargento
2º Sargento

Masculino
Idade : 87
Profissão : GUarda de infantaria
Nº de Mensagens : 887

Voltar ao Topo Ir em baixo

Importante Re: APG/GNR lança petição para exigir horário de trabalho

Mensagem por иuησ em Seg 04 Jul 2016, 17:45

CARI2013 escreveu:Qual será o "ponto de situação" da petição ?

Está no Gabinete Jurídico, a ser ultimado todos os procedimentos para ser enviado ao seu destino.

Note-se ainda que deixou-se que assinassem mais alguns signatários (além das 4000 e das assinaturas em papel recolhidas na ultima acção de protesto no Largo de Camões) dado que há quem não saiba ler e serão invalidadas umas tantas assinaturas, dai a margem que também foi estabelecida.
avatar
иuησ
Tenente-Coronel
Tenente-Coronel

Masculino
Idade : 41
Profissão : GNR Cavª
Nº de Mensagens : 14315
Mensagem :
Nuno Miguel Guedes

Coordenador da Região de Lisboa

ASSOCIAÇÃO DOS PROFISSIONAIS DA GUARDA - APG/GNR

Meu alistamento : 2000 - AIP

https://www.apg-gnr.pt/

Voltar ao Topo Ir em baixo

Página 13 de 13 Anterior  1, 2, 3 ... 11, 12, 13

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Voltar ao Topo

- Tópicos similares