Furto em veiculos

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Ir em baixo

Furto em veiculos

Mensagem por foca branca em Sex 17 Fev 2012, 15:47

Num determinado dia, a patrulha de ocorrencias de um determinado posto é chamada a um predio.

um determinado numero de individuos, estroncou uma janelazita, introduziu-se dentro da garagem colectiva e partiu os vidros aos veiculos dos moradores, em alguns carros, furtando bens superiores a 102 euros, de outros valores diminutos e de outros, nem furtaram nada.

Qual acham que devia ser o procedimento da patrulha?
avatar
foca branca
Sargento-Mor
Sargento-Mor

Masculino
Idade : 41
Profissão : GNR
Nº de Mensagens : 2696
Mensagem : eu sei em quem meti, foi na tua mulher...
barrancos é a terra onde está o corn do marido da tua mulher e está tão magrinho.
há boi lindo...
Meu alistamento : 1993

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Furto em veiculos

Mensagem por Adama em Sex 17 Fev 2012, 16:42

Existem várias soluções, todas elas correctas, pois o MP pode juntar ou separar os processos mais tarde, de acordo com o mais conveniente, assim, adoptaria o seguinte procedimento:

Apesar de estarem em causa vários crimes e diferentes ofendidos, tendo em conta o princípio da economia processual e considerando que o autor dos diversos crimes aos diferentes lesados foi a mesma pessoa elaboraria um único Auto de Denúncia, pois não presenciei o crime, logo o meu auto não fará fé em juízo, com todos os seus elementos essenciais e indicando que os ofendidos pretendem procedimento criminal.

Alguns dos crimes serão públicos, pois a garagem colectiva de um prédio de habitação, mesmo que tenha a porta aberta, constitui um espaço fechado para os efeitos de qualificação do crime de furto.

Diferente ideia tem a jurisprudência quando e apenas o objecto se encontra fechado em veículo, aqui tal facto não releva para a qualificação do crime;

Ter-se-á que ter em conta, não nós, mas já o MP, ao valor diminuto do furto.

Neste caso, poderão os ofendidos desistir de queixa, contudo, segundo o meu procedimento, tal facto não será importante, pois menciono no auto de denúncia, que todos pretendem procedimento criminal.
avatar
Adama
Guarda
Guarda

Masculino
Idade : 40
Profissão : GNR
Nº de Mensagens : 66
Meu alistamento : Aqui podes colocar o ano do teu alistamento!

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Furto em veiculos

Mensagem por 387Silva em Sex 17 Fev 2012, 17:54

"Falaste" bem, só te esqueceste da parte do "castigo"
avatar
387Silva
Sargento-Chefe
Sargento-Chefe

Masculino
Idade : 37
Profissão : Guarda
Nº de Mensagens : 2124
Mensagem : Não preciso de sexo... o governo f... -me todos os dias!
Meu alistamento : 2003

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Furto em veiculos

Mensagem por moralez em Sex 17 Fev 2012, 17:56

Nesse caso elaboraria um Auto de Denúncia com vários lesados.

Outra coisa: esse "determinado" número de indivíduos ainda estava no local?


Última edição por moralez em Sab 18 Fev 2012, 03:44, editado 1 vez(es)

_____________________________________________
avatar
moralez
Moderador
Moderador

Masculino
Idade : 33
Profissão : Militar G.N.R.
Nº de Mensagens : 5711
Mensagem : Os chibos andam aí!
Que nem ratinhos escondidos...
Meu alistamento : 2004

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Furto em veiculos

Mensagem por foca branca em Sex 17 Fev 2012, 23:17

mais opiniões?
avatar
foca branca
Sargento-Mor
Sargento-Mor

Masculino
Idade : 41
Profissão : GNR
Nº de Mensagens : 2696
Mensagem : eu sei em quem meti, foi na tua mulher...
barrancos é a terra onde está o corn do marido da tua mulher e está tão magrinho.
há boi lindo...
Meu alistamento : 1993

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Furto em veiculos

Mensagem por pts em Sab 18 Fev 2012, 00:00

moralez escreveu:Nesse caso elaboraria um Auto de Denúncia com vários lesados.

Para mim o procedimento mais correcto seria Auto de Denuncia. Se possível ouvir em Auto de Declarações alguns (todos) os proprietários (no local) indicando nomeadamente o seu desejo de procedimento criminal. Se todos eles fossem ouvidos e todos desejassem procedimento criminal, então ai faria um Auto de Noticia com os factos que verifiquei e com os factos (alusão ás declarações dos lesados) e o que me tinham contado.

Não esquecer da parte dos danos no prédio, que devem ter sido provocados em partes comuns e, logo de responsabilidade de todos os condóminos. Será mais uma denuncia, ou o gestor de condómino, pode também ser inquirido e mencionado no Auto de Noticia.

Em termos de junção de processos, pode ou não ser feito em Tribunal, nós temos de se possível resumir tudo, se não devem ser elaborados os Autos de Denuncia que tiverem de ser (quem se considera lesado).

É a minha opinião... há e claro o castigo a que se refere o exposto e declarado pelo 387Silva... Fixe
avatar
pts
2º Sargento
2º Sargento

Masculino
Idade : 39
Profissão : Militar GNR
Nº de Mensagens : 792
Mensagem : A ver incrédulo, o destino de Portugal e do mundo...
Meu alistamento : 1.º/1998

http://www.pnr.pt

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Furto em veiculos

Mensagem por moralez em Sab 18 Fev 2012, 03:48

Caro camarada pts, discordo na parte do Auto de Notícia... Autos de Notícia destinam-se a crimes presenciados pelos OPC's, daí o nome «Notícia», porque é o OPC a dar conhecimento à Autoridade Judiciária. Autos de Denúncia destinam-se a crimes denunciados pelos lesados ou testemunhas... Mais, segundo actas do Tribunal da Comarca onde presto serviço, vem a indicar que é este o procedimento correcto a adoptar... Ainda mais, o SIIOP vem reforçar esta teoria, porque se formos elaborar «Auto de Notícia», irá aparecer que o Autuante presenciou os factos.

_____________________________________________
avatar
moralez
Moderador
Moderador

Masculino
Idade : 33
Profissão : Militar G.N.R.
Nº de Mensagens : 5711
Mensagem : Os chibos andam aí!
Que nem ratinhos escondidos...
Meu alistamento : 2004

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Furto em veiculos

Mensagem por foca branca em Sab 18 Fev 2012, 11:00

A Diferença entre Auto de Noticia e Denuncia já foi explicada.

Embora ambas sirvam para a mesma coisa e ninguem reclame, convem mostrar uma imagem de dominio do Expediente Processual.

Na situação apresentada, em minha opinião deve ser elaborado um Auto de Denuncia, em que é numerado todos os ofendidos descrevendo o que lhes foi furtado, como foi, ou os danos que lhe foram causados.

Assim só se faz um Nuipc e não se anda a entupir o posto com nuipc's desnecessarios, alem que a investigação vai ser toda concentrada num furto qualificado e não em diversos crimes de furtos simples, ou dano, dispersos por varias secções do Ministerio Publico.

Auto de Declarações é um expediente que no foro criminal vale Zero.

Ouvir as pessoas em Auto de declarações é gastar papel e impressora. o que é valido é ouvir as pessoas em Auto de Inquirição de Testemunhas.
avatar
foca branca
Sargento-Mor
Sargento-Mor

Masculino
Idade : 41
Profissão : GNR
Nº de Mensagens : 2696
Mensagem : eu sei em quem meti, foi na tua mulher...
barrancos é a terra onde está o corn do marido da tua mulher e está tão magrinho.
há boi lindo...
Meu alistamento : 1993

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Furto em veiculos

Mensagem por VaN_dRaCk em Sab 18 Fev 2012, 15:15

Aqui trabalhamos assim...

Um auto (um NUIPC) com todos os denunciantes, bens furtados, danificados etc. E ouvir o pessoal em Auto de Inquirição de Testemunha (ando sempre com uma mão cheia deles na pasta do expediente, para fazer à mão nos locais), não esquecendo a importante parte do "...declara desejar procedimento criminal contra o/s autor/es do crime caso venha/m a ser identificado/s".
avatar
VaN_dRaCk
Tenente
Tenente

Masculino
Idade : 32
Profissão : GNR
Nº de Mensagens : 4103
Meu alistamento : AIP 2006

http://www.hell.com

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Furto em veiculos

Mensagem por pts em Sab 18 Fev 2012, 16:44

moralez escreveu:Caro camarada pts, discordo na parte do Auto de Notícia... Autos de Notícia destinam-se a crimes presenciados pelos OPC's, daí o nome «Notícia», porque é o OPC a dar conhecimento à Autoridade Judiciária. Autos de Denúncia destinam-se a crimes denunciados pelos lesados ou testemunhas... Mais, segundo actas do Tribunal da Comarca onde presto serviço, vem a indicar que é este o procedimento correcto a adoptar... Ainda mais, o SIIOP vem reforçar esta teoria, porque se formos elaborar «Auto de Notícia», irá aparecer que o Autuante presenciou os factos.

Depende, porque nunca é igual em todas as comarcas e/ou postos. Contudo nesta situação não vê o crime a ser cometido, mas vê os vestígios, indícios e testemunhos, da ocorrência de um crime, que segundo o CPP terá de ser comunicado a Tribunal. Logo como OPC e esquecendo um pouco a tipologia dos crismes (publico, etc...) deverá ser elaborado Auto de Noticia, nem que seja pelo acto de vandalismo em local vedado ao publico.

Continuo na minha, até porque já o fiz dezenas de vezes e sem qualquer problema.

Em respeito ao SIIOP, isto é um procedimento que a GNR inventou, para tentar igualar o expediente existente em todos os postos, e em muitas situações muito mal, outras nem por isso. Não é o SIIOP que manda em mim, mas sim o CP, CPP e outros diplomas. Dou-lhe alguns exemplos de modelos que não existem ou estão desactualizados:

Notificação das 12 horas, TCD's, etc... Fora isso, junta-se o tempo gasto e outras desvantagens do SIIOP. Uma das boas coisas que tem, apesar da lentidão, é o registo de correspondência (entrada e saída), de resto deus me livre!

foca branca escreveu:Auto de Declarações é um expediente que no foro criminal vale Zero.

Ouvir as pessoas em Auto de declarações é gastar papel e impressora. o que é valido é ouvir as pessoas em Auto de Inquirição de Testemunhas.

Discordo redondamente. Pode até ser indicado em algumas situações, como a aqui referida, que seja o Auto Inquirição testemunha, agora dizer que o Auto de Declarações não vale nada é falso. Já passei por vários Núcleos, Postos e Destacamentos, sempre fiz Autos de Declarações e nunca me disseram que não valia nada. Depende sim da situação que se está a tratar, mas é um documento oficial e válido, para todas as entidades e instituições.
avatar
pts
2º Sargento
2º Sargento

Masculino
Idade : 39
Profissão : Militar GNR
Nº de Mensagens : 792
Mensagem : A ver incrédulo, o destino de Portugal e do mundo...
Meu alistamento : 1.º/1998

http://www.pnr.pt

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Furto em veiculos

Mensagem por foca branca em Sab 18 Fev 2012, 17:08

camarada PTS.

Auto de Declarações não tem qualquer validade processual.

Seja na fase da queixa, seja na fase de inquerito, seja na fase da instrução, o auto de Declarações não serve para nada.

houves uma pessoa em Auto de Declarações, vais ter de a chamar outra vez para ouvir em auto de Inquirição de testemunhas.

Quanto ao auto de Noticia/Denuncia, já á ai um topico que é bem claro a ensinar quando é que se faz um ou outro.

Claro que quem faz autos de noticia por denuncia, ou vice versa, nunca teve problema nenhum nem vai ter, porque simplesmente é "participação" e isso é que interessa ao MP.
avatar
foca branca
Sargento-Mor
Sargento-Mor

Masculino
Idade : 41
Profissão : GNR
Nº de Mensagens : 2696
Mensagem : eu sei em quem meti, foi na tua mulher...
barrancos é a terra onde está o corn do marido da tua mulher e está tão magrinho.
há boi lindo...
Meu alistamento : 1993

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Furto em veiculos

Mensagem por António Soares em Sab 18 Fev 2012, 17:16

Pois é tudo é muito bonito, na minha opinião pessoal, no relato do auto de Denuncia ou Noticia, explana-se todo a gravidade factual e afirmações dos lesados( com termos INDAGAR, INTERPELAR, QUESTIONAR, NUNCA O TERMO INTERROGAR).
Em virtude de conhecimento geral ou não, quem utiliza normalmente o Auto de Inquirição de testemunha , é o pessoal, , dos Inquéritos ou da investigação, .

O ministério público é que promove o Inquérito.


Última edição por António Soares em Sab 18 Fev 2012, 17:27, editado 2 vez(es)
avatar
António Soares
1º Sargento
1º Sargento

Masculino
Idade : 54
Profissão : GNR
Nº de Mensagens : 1190
Mensagem : mea mater, mea vita, Canes timidi vehementius latrant
Meu alistamento : Aqui podes colocar o ano do teu alistamento!(Facultativo)

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Furto em veiculos

Mensagem por foca branca em Sab 18 Fev 2012, 17:25

António Soares escreveu:Pois é tudo é muito bonito, na minha opinião pessoal, no relato do auto de Denuncia ou Noticia, explana-se todo a gravidade factual e afirmações dos lesados( com termos INDAGAR, INTERPELAR, QUESTIONAR, NUNCA O TERMO INTERROGAR).
Em virtude de conhecimento geral ou não, quem utiliza normalmente o Auto de Inquirição de testemunha , é o pessoal, agora com uma jaqueta , dos Inquéritos ou da investigação, pessoal pseudo habilitado.

peço te aqui nestes topicos, porque são coisas sérias, que não os estragues.

Ajuda se souberes, não venhas insultar ninguem.

Deixe-mos a nossa troca de argumentos para os topicos da politiquice aqui é assunto sério.
avatar
foca branca
Sargento-Mor
Sargento-Mor

Masculino
Idade : 41
Profissão : GNR
Nº de Mensagens : 2696
Mensagem : eu sei em quem meti, foi na tua mulher...
barrancos é a terra onde está o corn do marido da tua mulher e está tão magrinho.
há boi lindo...
Meu alistamento : 1993

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Furto em veiculos

Mensagem por Edr See em Sab 18 Fev 2012, 19:11

foca branca escreveu:Na situação apresentada, em minha opinião deve ser elaborado um Auto de Denuncia, em que é numerado todos os ofendidos descrevendo o que lhes foi furtado, como foi, ou os danos que lhe foram causados

Passei por uma Posto do grande Porto e era assim que se fazia... a única coisa que não fazíamos era o auto de inquirição de testemunha, mas mencionávamos no auto que todos desejavam procedimento criminal!
Houve uma altura (mudança de Cmdt de Posto) em que que ele queria cada veiculo, seu auto de denúncia, mas foi coisa de pouca dura, visto o aumento de NUIPC's no final do mês!
avatar
Edr See
Capitão
Capitão

Masculino
Idade : 37
Profissão : Militar das Forças de Segurança
Nº de Mensagens : 5795
Mensagem : Tenho fé que um dia a instituição seja mais justa para com os seus elementos...
Meu alistamento : 01SET03 - GIA

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Furto em veiculos

Mensagem por bawer em Sab 18 Fev 2012, 19:19

foca branca escreveu:camarada PTS.

Auto de Declarações não tem qualquer validade processual.

Seja na fase da queixa, seja na fase de inquerito, seja na fase da instrução, o auto de Declarações não serve para nada.

houves uma pessoa em Auto de Declarações, vais ter de a chamar outra vez para ouvir em auto de Inquirição de testemunhas.

Quanto ao auto de Noticia/Denuncia, já á ai um topico que é bem claro a ensinar quando é que se faz um ou outro.

Claro que quem faz autos de noticia por denuncia, ou vice versa, nunca teve problema nenhum nem vai ter, porque simplesmente é "participação" e isso é que interessa ao MP.



no comments!
avatar
bawer
Furriel
Furriel

Masculino
Idade : 42
Profissão : Militar
Nº de Mensagens : 443
Meu alistamento : Aqui podes colocar o ano do teu alistamento!(Facultativo)

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Furto em veiculos

Mensagem por Conteúdo patrocinado


Conteúdo patrocinado


Voltar ao Topo Ir em baixo

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Voltar ao Topo

- Tópicos similares