Trabalhar fora da Guarda

Página 2 de 3 Anterior  1, 2, 3  Seguinte

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Ir em baixo

Trabalhar fora da Guarda

Mensagem por PMCP em Ter 04 Maio 2010, 14:03

Relembrando a primeira mensagem :

Olá boa tarde.
Gostava de saber se os guardas podem ter um negocio por conta própria, ou seja, é possível ser G.N.R e ter um bar ou um mini-mercado ou outro negocio qualquer?
Desde ja Obrigado.
avatar
PMCP
Cabo
Cabo

Masculino
Idade : 34
Profissão : gnr
Nº de Mensagens : 187
Mensagem : antes morrer livres, que em paz sujeitos
Meu alistamento : 2006


Voltar ao Topo Ir em baixo


Re: Trabalhar fora da Guarda

Mensagem por Bruce Lee em Seg 07 Jun 2010, 03:04

Boas
O que é certo é que alguns trabalhos coadunam se, podem conciliar com a nossa actividade profissional , outros não. Cada caso é um caso e deve ser estudado e analisado para verificar se se é prejudicial ou não para a imagem da GNR.Pessoalmente conheço as duas faces da moeda, trabalhadores lá fora na qual concordo e noutros discordo.
avatar
Bruce Lee
2º Sargento
2º Sargento

Masculino
Idade : 39
Profissão : GNR
Nº de Mensagens : 864
Mensagem : "A vida é um processo fluente e nalguns lugares do caminho coisas desagradáveis ocorrerão. Podem deixar cicatrizes, mas a vida continua a fluir. É como a água fluente, que ao estagnar-se, torna-se podre; não pare! Continue bravamente...porque cada experiência nos ensina uma lição."


Meu alistamento : 2003 AIP

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Trabalhar fora da Guarda

Mensagem por smelly em Seg 07 Jun 2010, 10:20

eu acho que ja escrevi isto algures no forum.. mas da maneira que vai a vida, com aumentos nos impostos, congelamento nos vencimentos, etc, so nao ganho por fora aquilo que não puder, desde que seja de forma digna. nao vou roubar, nem extorquir, nem muito menos prostituir-me (credo....).

nao venham ca moralistas falar que aquilo que ganham chega , porque nao é com o guito que ganha um guarda que se vive bem. sobrevive-se, apenas e só.

ando cada vez mais revoltado com a larga maioria dos meus colegas de profissao, que se preocupam mais em olhar para os camaradas do que para eles proprios. se cada um se metesse apenas na sua vida, nao andavamos bem melhor?... são assim tão bons exemplos a seguir?...

"quando apontares um dedo a alguem, lembra-te que três dedos teus apontam para ti tambem..."

saudações!
avatar
smelly
2º Sargento
2º Sargento

Masculino
Idade : 32
Profissão : Militar da Guarda Nacional Republicana
Nº de Mensagens : 996
Mensagem : A união faz a força..
Meu alistamento : 2004

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Trabalhar fora da Guarda

Mensagem por Ripley em Seg 07 Jun 2010, 13:53

credooooo!!! ainda bem que esse pitão não é o pitão do meu posto nem uma cobrazita que por aqui ande....

chiça...
avatar
Ripley
2º Sargento
2º Sargento

Feminino
Idade : 36
Profissão : GNR
Nº de Mensagens : 913

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Trabalhar fora da Guarda

Mensagem por Luisa Baião em Seg 07 Jun 2010, 14:42

A vida de todos nós cada vêz está mais dificil. Costumo dizer: o dinheiro cada vêz está mais caro.
Não vejo qual seja o problema .Uma esposa do agente das FS ter um comércio e o marido quando puder ajudar!?
Se por acaso existir no estabelecimento alguma elegalidade e fôr fiscalizado ,
o agente fiscalizador toma conta da ocorrência e faz seguir os trâmites legais.Qual é o problema de ser propriedade da mulher de uma agente de autoridade? paga como os outros pelos erros que comete.E mais nada!
É chibaria a denuncia? não! é cumprimento da lei .
Se vocês apanharem um colega alcoolizado a conduzir e lhes passarem o "bilhete" é chibaria ou deslealdade? Não!
Então ,qual o problema?
As pessoas precisam de viver e pagar as suas contas.Não me parece que o GNR que trabalha honestamente nade em dinheiro.
Trabalhar fora , só deveria ter uma clausula proibida : ser numa actividade desonesta .
De resto, deixem as pessoas viver .
avatar
Luisa Baião
Coronel
Coronel

Feminino
Idade : 85
Profissão : Aposentada da enfermagem
Nº de Mensagens : 18702
Mensagem : só a árvore que produz frutos é que se vê
apedrejada, para deixá-los cair.
A árvore estéril ninguém dá importância.

Meu alistamento : Aqui podes colocar o ano do teu alistamento!

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Trabalhar fora da Guarda

Mensagem por Casper-pt em Seg 07 Jun 2010, 16:14

avatar
Casper-pt
Furriel
Furriel

Masculino
Idade : 40
Profissão : GNR
Nº de Mensagens : 441
Meu alistamento : 2000

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Trabalhar fora da Guarda

Mensagem por PUMA em Seg 07 Jun 2010, 18:20

Bravo Luisa e Casper. Isso é que é pensar. Fixe
avatar
PUMA
2º Sargento
2º Sargento

Masculino
Idade : 39
Profissão : Guarda
Nº de Mensagens : 906
Meu alistamento : 2000

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Trabalhar fora da Guarda

Mensagem por justiçeiro em Seg 07 Jun 2010, 18:31

Eu trabalho e ganho mais fora da Guarda do que dentro.
Azar, paguem-me dignamente, senão a saga continua, tenho falta do dinheiro e não roubo nada a ninguém.
Sai-me do corpo,portanto...
Obviamente que existe uma classe cá dentro que não tem de se preocupar em bulir outside, mas essa é outra história.
Os vencimentos são muito desproporcionais entre classes, visto que tou na de guardas, faço dela um part-time gostem ou não.
Quem perde?O cidadão.
Quem ganha?Eu.
Só neste país de tanga é que toda a gente pode acumular funções menos o guardilha.
TROMPIQUEM-SE com pauzinhos de figueira verde.
avatar
justiçeiro
Furriel
Furriel

Masculino
Idade : 41
Profissão : gnr
Nº de Mensagens : 402
Mensagem : Guarda, Guarda principal, Guarda secundário, Guarda terciário, etç
zzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzz
Meu alistamento : Aqui podes colocar o ano do teu alistamento!(Facultativo)

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Trabalhar fora da Guarda

Mensagem por justiçeiro em Seg 07 Jun 2010, 18:36

Só agora vi os comentários do pitão.
Onde é que este gajo deixou a nave?
avatar
justiçeiro
Furriel
Furriel

Masculino
Idade : 41
Profissão : gnr
Nº de Mensagens : 402
Mensagem : Guarda, Guarda principal, Guarda secundário, Guarda terciário, etç
zzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzz
Meu alistamento : Aqui podes colocar o ano do teu alistamento!(Facultativo)

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Trabalhar fora da Guarda

Mensagem por Lamela em Seg 07 Jun 2010, 18:50

pára pára tudo!!!

GRAND CABO!!!!!
avatar
Lamela
Cabo-Chefe
Cabo-Chefe

Masculino
Idade : 36
Profissão : GNR
Nº de Mensagens : 271
Mensagem : Quem POUPA o Lobo, sacrifica as Ovelhas!
Meu alistamento : GIA 2006


Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Trabalhar fora da Guarda

Mensagem por Roque em Seg 07 Jun 2010, 18:54

justiçeiro escreveu:Só agora vi os comentários do pitão.
Onde é que este gajo deixou a nave?

Não sei, mas deve estar bem estacionada...Deixa lá o trabalho por um bocado .

Mas também não estou a atingir o motivo de tanta citação.
avatar
Roque
Aspirante
Aspirante

Masculino
Profissão : Militar da GNR\UI
Nº de Mensagens : 3093
Mensagem : "Their brands were still on fire and their hooves were made of steel"

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Trabalhar fora da Guarda

Mensagem por Lamela em Seg 07 Jun 2010, 18:57

Faço das palavras as do "justiceiro" as minhas!!!!
es PITAO onde deixou a nave???
avatar
Lamela
Cabo-Chefe
Cabo-Chefe

Masculino
Idade : 36
Profissão : GNR
Nº de Mensagens : 271
Mensagem : Quem POUPA o Lobo, sacrifica as Ovelhas!
Meu alistamento : GIA 2006


Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Trabalhar fora da Guarda

Mensagem por amsv em Seg 07 Jun 2010, 19:03

Como ja disse na minha ZA é só taxistas, claro com nitido prejuizo para o serviço.
Querem exemplos de como o serviço e os carmaradas saiem prejudicados, querem mesmo???
Já agora os que conheço com trabalhos fora da Guarda são MAUS MILITARES e deveriam penssar seriamente em sair da Guarda e terem vários trabalhos na vida civil, todos ficavamos a ganhar.
avatar
amsv
Furriel
Furriel

Masculino
Idade : 38
Profissão : gnr
Nº de Mensagens : 479
Meu alistamento : 2003

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Trabalhar fora da Guarda

Mensagem por smelly em Seg 07 Jun 2010, 19:09

o camarada amsv anda a conhecer as pessoas erradas....

não é que tenha propriamente uma segunda profissao, mas tenho uma ocupaçao que até da uns trocos. e acredite que sou muito bom rapazinho, e nao ponho em causa nada relacionado com o serviço.

ha por aí muitos maus militares, cuja unica ocupaçao é a gnr. ou sera que nao?....
avatar
smelly
2º Sargento
2º Sargento

Masculino
Idade : 32
Profissão : Militar da Guarda Nacional Republicana
Nº de Mensagens : 996
Mensagem : A união faz a força..
Meu alistamento : 2004

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Trabalhar fora da Guarda

Mensagem por Roque em Seg 07 Jun 2010, 19:14

amsv escreveu:Querem exemplos de como o serviço e os carmaradas saiem prejudicados, querem mesmo???

Queremos! Eu pelo menos quero...

Alicerce a sua opinião, camarada, se não for pedir muito.
avatar
Roque
Aspirante
Aspirante

Masculino
Profissão : Militar da GNR\UI
Nº de Mensagens : 3093
Mensagem : "Their brands were still on fire and their hooves were made of steel"

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Trabalhar fora da Guarda

Mensagem por rmss em Seg 07 Jun 2010, 19:36

Bom, neste tópico até aqui tenho estado calado, mas perante um dos últimos comentários, que sinceramente me revoltou, faço questão de intervir.

Então, um agente das FS que tem outro trabalho é mau profissional? Porque? Por acaso ter uma outra ocupação prejudica inevitávelmente o seu serviço? Não me parece, e não estou a falar de cor, conheço pessoalmente quem o faz.

Pelo contrário, muitas vezes a profissão de ser agente das FS é que prejudica a outra ocupação. Basta pensar nas inúmeras vezes que o serviço se prolonga. Mas ok, aqui compreendo que a primeira ocupação - agente/guarda - se imponha à segunda.

Agora pergunto: é preferível que um agente da PSP/guarda da GNR, que tem mulher e filhos, chegue ao ponto de não ter dinheiro para pagar a renda da casa? Que chegue a dia 15, e para poder ter comida em casa, passar fome durante o dia? Não será, isto sim, altamente gravoso para o desempenho enquanto parte das FS?

E isto não é nenhum filme, nem ninguém me contou! É a realidade, infelizmente!

Desde que não se incorra em nada ilegal, qual é o problema de se ter uma segunda ocupação? Porque é passível de ser fiscalizada pela força de segurança de que faz parte? Em algumas situações, até posso concordar. Mas, e dou aqui um exemplo, ter um trabalho administrativo, em que é que isto choca com ser agente/guarda?

Sinceramente, neste país exige-se de uma tal forma das FS, com tantas interdições quando comparado com um civil, que me admira como ainda há quem queira concorrer.
avatar
rmss
2º Sargento
2º Sargento

Masculino
Idade : 45
Profissão : Coordenador Recursos Humanos
Nº de Mensagens : 884
Meu alistamento : Aqui podes colocar o ano do teu alistamento!(Facultativo)

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Trabalhar fora da Guarda

Mensagem por genere em Seg 07 Jun 2010, 22:15

smelly escreveu:o camarada amsv anda a conhecer as pessoas erradas....

não é que tenha propriamente uma segunda profissao, mas tenho uma ocupaçao que até da uns trocos. e acredite que sou muito bom rapazinho, e nao ponho em causa nada relacionado com o serviço.

ha por aí muitos maus militares, cuja unica ocupaçao é a gnr. ou sera que nao?....

Estás a dar-nos musica? Very Happy
avatar
genere
Aspirante
Aspirante

Masculino
Idade : 37
Profissão : Militar da GNR
Nº de Mensagens : 3049
Meu alistamento : CFP 2004 AIP ; CPCb 11/12 CFFF

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Trabalhar fora da Guarda

Mensagem por FerMonteiro em Seg 07 Jun 2010, 22:52

O que eu condeno é a existência de certas Unidades com um determinado número de militares que dá tempo e sobra para se ter uma segunda ocupação e no posto onde trabalho não existem guardas suficientes para se ter o horário de referência 6 horas, quanto mais uma segunda ocupação...

Resumindo aqui é sempre a rodar 8+8+8+8+8+8+8-folga
avatar
FerMonteiro
1º Sargento
1º Sargento

Masculino
Idade : 44
Profissão : Militar GNR
Nº de Mensagens : 1096
Mensagem : Férias, poucas, mas espero que boas
Meu alistamento : 1995 - AIP - XXXI Curso Trânsito

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Trabalhar fora da Guarda

Mensagem por Roque em Seg 07 Jun 2010, 23:02

Eu estou ainda à espera dos "maus exemplos". Será que chegam antes de arrumar as botas?
avatar
Roque
Aspirante
Aspirante

Masculino
Profissão : Militar da GNR\UI
Nº de Mensagens : 3093
Mensagem : "Their brands were still on fire and their hooves were made of steel"

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Trabalhar fora da Guarda

Mensagem por genere em Seg 07 Jun 2010, 23:17

FerMonteiro escreveu:O que eu condeno é a existência de certas Unidades com um determinado número de militares que dá tempo e sobra para se ter uma segunda ocupação e no posto onde trabalho não existem guardas suficientes para se ter o horário de referência 6 horas, quanto mais uma segunda ocupação...

Resumindo aqui é sempre a rodar 8+8+8+8+8+8+8-folga

Não vás muito longe, no COMTER Castelo Branco o horário é 9h 12h - 14h 17h
No dia da Unidade formaram-se dois pelotões de infantaria mais o PIR e foi só pessoal dos Postos, enquanto que do Comando nem um marchou. Mas enfim...

Muitos querem trabalhar legalmente e não os deixam e outros que recebem o RSI não fazem nenhum e ganham-no a coça-los!
avatar
genere
Aspirante
Aspirante

Masculino
Idade : 37
Profissão : Militar da GNR
Nº de Mensagens : 3049
Meu alistamento : CFP 2004 AIP ; CPCb 11/12 CFFF

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Trabalhar fora da Guarda

Mensagem por Casper-pt em Ter 08 Jun 2010, 02:04

Mas esse Comter não é exemplo para ninguém.... um dia terei muito gosto em contar aqui umas coisinhas engraçadas que por aqui se vê... mas isso vai ficar para outra altura e tópico.
avatar
Casper-pt
Furriel
Furriel

Masculino
Idade : 40
Profissão : GNR
Nº de Mensagens : 441
Meu alistamento : 2000

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Trabalhar fora da Guarda

Mensagem por dive em Ter 08 Jun 2010, 02:22

Aumentem os ordenados que são uma miséria...só suplementos, sempre a descontar, até mete nojo, qualquer borrabotas ganha mais que um guarda e atura-se cada coisa. Ainda hoje ouvi um dirigente sindical a referir que ninguém dá valor ao trabalho da policia e infelizmente ele tem razão.
avatar
dive
2º Sargento
2º Sargento

Masculino
Idade : 42
Profissão : GNR/UCC
Nº de Mensagens : 576
Meu alistamento : 1º Alistamento de 1997.

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Trabalhar fora da Guarda

Mensagem por filipemx em Ter 08 Jun 2010, 11:20

o serviço do guarda até é reconhecido, a devida compensação é que não esta ao nível. há de tudo um pouco, desde bons a maus exemplos mas até as nossas associações parecem de mãos atadas
avatar
filipemx
Furriel
Furriel

Masculino
Idade : 39
Profissão : GNR
Nº de Mensagens : 487
Meu alistamento : 2002

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Trabalhar fora da Guarda

Mensagem por amsv em Ter 08 Jun 2010, 11:54

Ca vai dois exemplos só dois no meio de vários:
Um militar que conduz um taxi durante a noite até as 5 ou 6 da manha, como consegue elaborar correctamente um inquerito logo pela manhã esse militar esta cansado.
Um militar que tem um compromissos marcado paras as 10h00 da manha nesse seu outro trabalho, vai evitar fazer um detido para esse dia porque não lhe convem ir a tribunal.
Já agora os funcionários judiciais tambem não podem ter certos trabalhos ...porque será...
Ja sei agora vão responder, ai mas eu trabalho e não deixo de fazer o meu serviço, a Guarda paga mal etc. etc... sim sim eu compreendo
avatar
amsv
Furriel
Furriel

Masculino
Idade : 38
Profissão : gnr
Nº de Mensagens : 479
Meu alistamento : 2003

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Trabalhar fora da Guarda

Mensagem por rmss em Ter 08 Jun 2010, 13:51

amsv escreveu:Ca vai dois exemplos só dois no meio de vários:
Um militar que conduz um taxi durante a noite até as 5 ou 6 da manha, como consegue elaborar correctamente um inquerito logo pela manhã esse militar esta cansado.
Um militar que tem um compromissos marcado paras as 10h00 da manha nesse seu outro trabalho, vai evitar fazer um detido para esse dia porque não lhe convem ir a tribunal.
Já agora os funcionários judiciais tambem não podem ter certos trabalhos ...porque será...
Ja sei agora vão responder, ai mas eu trabalho e não deixo de fazer o meu serviço, a Guarda paga mal etc. etc... sim sim eu compreendo

E cá vai um contra exemplo: um militar está a passar por dificuldades financeiras (mas não pode ter outra ocupação), anda com isso na cabeça constantemente...grande concentração deve ter para desempenhar a função policial ou outra...para além de que é assim que começam as depressões e o que daí vem de seguida, infelizmente.
avatar
rmss
2º Sargento
2º Sargento

Masculino
Idade : 45
Profissão : Coordenador Recursos Humanos
Nº de Mensagens : 884
Meu alistamento : Aqui podes colocar o ano do teu alistamento!(Facultativo)

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Trabalhar fora da Guarda

Mensagem por BTrânsito41 em Ter 08 Jun 2010, 16:10

Sr. Pitão eu ja passei pelos Postos Territoriais e sei bem para quem eram as boas oferendas dos civis. E eu não as via todas, por isso ponha lá a viola no saco e vá tocar para outra freguesia.
Vai ficar na história a sua ignorância ao afirmar que é uma vergonha trabalhar, roubar sem ser apanhado é capaz de ser mais honesto... ninguém vê...
avatar
BTrânsito41
Cabo-Mor
Cabo-Mor

Masculino
Idade : 40
Profissão : Guarda
Nº de Mensagens : 329
Meu alistamento : 2002

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Trabalhar fora da Guarda

Mensagem por Roque em Ter 08 Jun 2010, 18:31

Só faltou dar o exemplo:

"Um militar vai a conduzir um táxi e espeta-se, como é que desempenha o seu trabalho depois?"

Esses exemplos não me dizem nada. Não me parecem MAUS guardas, apenas guardas cansados...e cansados andamos todos.
avatar
Roque
Aspirante
Aspirante

Masculino
Profissão : Militar da GNR\UI
Nº de Mensagens : 3093
Mensagem : "Their brands were still on fire and their hooves were made of steel"

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Trabalhar fora da Guarda

Mensagem por cadolfod em Ter 08 Jun 2010, 20:57

E depois muitos deles quando fazem as noites, fazem-nas a dormir, pq depois de 6,8 ou 9 horas detrabalho extraordinário não estão em condições de trabalhar!
avatar
cadolfod
Cabo-Mor
Cabo-Mor

Masculino
Idade : 41
Profissão : gnr
Nº de Mensagens : 339
Meu alistamento : 1º CFP 1997

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Trabalhar fora da Guarda

Mensagem por calao em Ter 08 Jun 2010, 22:32

para mim é mais grave ter um enfermeiro da GNR ou medico com sono por andar a trabalhar nos hospitais...
do que um patrulheiro com sono...

tambem nao percebo porque a classe medica da nossa instituiçao pode trabalhar fora do horario de expediente e o resto nao !!!!!

tal como muita coisa que nao percebo na GNR... enfim... casas sociais só para os filhos... os enteados pagam rendas, enfim....
avatar
calao
Cabo-Mor
Cabo-Mor

Profissão : GNR
Nº de Mensagens : 309
Mensagem : O que faz falta é animar a malta !!
Meu alistamento :

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Trabalhar fora da Guarda

Mensagem por VaN_dRaCk em Ter 08 Jun 2010, 22:34

Roque escreveu:
Esses exemplos não me dizem nada. Não me parecem MAUS guardas, apenas guardas cansados...e cansados andamos todos.

Gostei da parte do "guardas cansados...e cansados andamos todos"

Eu sou da opinião de que deveríamos ser autorizados a trabalhar em certos trabalhos no nosso "tempo livre", mas infelizmente a minha opinião não conta para nada, e sem autorização para mais nada não me vou "aventurar" ganhar uns trocos por fora...
avatar
VaN_dRaCk
Tenente
Tenente

Masculino
Idade : 32
Profissão : GNR
Nº de Mensagens : 4103
Meu alistamento : AIP 2006

http://www.hell.com

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Trabalhar fora da Guarda

Mensagem por PITÃO 000 em Ter 08 Jun 2010, 23:00

Estive até agora a ver os Post's de uma grande cambada de cromos, que fazem da Guarda um part-time. Gastam mais do que ganham e servem-se da profissão para ´seu beneficio próprio.
È por estas e por outras, que principalmente na Guarda e não tanto na PSP, uma grande parte da população civil pensa que na instituição é só corruptos e o pior é que começo achar que têm razão.
Para quem estver interessado vou meter alguns exemplos reais que vi por onde passei:
- Num dos Postos havia um militar, que vendia papel higiénico de tamanho industrial a empresas e pequeno comércio, inflacionava bastante os preços, e no entanto na primeira abordagem ao cliente fazia questão de se apresentar como GNR e entrgava cartão de visita, um dia um conhecido meu encontrou uma empresa, que conseguia fazer menos 35% a menos, claro que trocou de fornecedor - resultado 03 autos seguidos nostermos do art. 171 do CE, e um dos quais inventado,nem lata teve para dar a cara.
- Nesse mesmo Posto existia outro, que vendia tinta, mais uma vez a abordagem, era feita na qualidade de Guarda que nos tempos livres vendia tinta. A um cliente vendeu tinta para pintar o interior da casa, tudo bem até aqui, só que a tinta não chegou, o cliente pediu que lhe fosse vendida mais tinta com a mesma referencia, ora como o Guarda não tinha a máquina de mistura, tinha-a feito a olho, a nova tinta não tinha a mesma tonalidade, ora o cliente disse que não lhe pagava a tinta pelo valor acordado porque não foi bem servido e teve de fazer alteraçõe à pintura - resultado, 06 autos por estacionamento em 07 dias, todos nos termos do art. 171 do CE, esse mesmo cliente desloca-se ao Posto e pede o livro de reclamações, o militar de atendimento, liga para o Guarda vendedor, ora este Guarda ao ver o rastilho a chegar-lhe ao rabo, e sabendo que eu conhecia o tal cliente, liga-me para casa a pedir que passa-se no Posto e convence-se o homem a não escrever. Claro que falei com a pessoa, mas só porque o Guarda vendedor fez um desconto na tinta para pagar os autos-
- E mais os dois tasqueiros dos Post's anteriores.
Para esse pessoal que só disse mal, apenas posso dizer que tenho vergonha de prestar serviço na mesma instituição desta cambada de corruptos ou melhor (Traficantes de influências), se é o que sabem que isto quer dizer....

PITÃO 000
Cabo-Excepção
Cabo-Excepção

Masculino
Idade : 42
Profissão : GUARDA
Nº de Mensagens : 108
Meu alistamento : 16-06-1997

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Trabalhar fora da Guarda

Mensagem por rmss em Ter 08 Jun 2010, 23:09

PITÃO 000 escreveu:Estive até agora a ver os Post's de uma grande cambada de cromos, que fazem da Guarda um part-time. Gastam mais do que ganham e servem-se da profissão para ´seu beneficio próprio.
È por estas e por outras, que principalmente na Guarda e não tanto na PSP, uma grande parte da população civil pensa que na instituição é só corruptos e o pior é que começo achar que têm razão.
Para quem estver interessado vou meter alguns exemplos reais que vi por onde passei:
- Num dos Postos havia um militar, que vendia papel higiénico de tamanho industrial a empresas e pequeno comércio, inflacionava bastante os preços, e no entanto na primeira abordagem ao cliente fazia questão de se apresentar como GNR e entrgava cartão de visita, um dia um conhecido meu encontrou uma empresa, que conseguia fazer menos 35% a menos, claro que trocou de fornecedor - resultado 03 autos seguidos nostermos do art. 171 do CE, e um dos quais inventado,nem lata teve para dar a cara.
- Nesse mesmo Posto existia outro, que vendia tinta, mais uma vez a abordagem, era feita na qualidade de Guarda que nos tempos livres vendia tinta. A um cliente vendeu tinta para pintar o interior da casa, tudo bem até aqui, só que a tinta não chegou, o cliente pediu que lhe fosse vendida mais tinta com a mesma referencia, ora como o Guarda não tinha a máquina de mistura, tinha-a feito a olho, a nova tinta não tinha a mesma tonalidade, ora o cliente disse que não lhe pagava a tinta pelo valor acordado porque não foi bem servido e teve de fazer alteraçõe à pintura - resultado, 06 autos por estacionamento em 07 dias, todos nos termos do art. 171 do CE, esse mesmo cliente desloca-se ao Posto e pede o livro de reclamações, o militar de atendimento, liga para o Guarda vendedor, ora este Guarda ao ver o rastilho a chegar-lhe ao rabo, e sabendo que eu conhecia o tal cliente, liga-me para casa a pedir que passa-se no Posto e convence-se o homem a não escrever. Claro que falei com a pessoa, mas só porque o Guarda vendedor fez um desconto na tinta para pagar os autos-
- E mais os dois tasqueiros dos Post's anteriores.
Para esse pessoal que só disse mal, apenas posso dizer que tenho vergonha de prestar serviço na mesma instituição desta cambada de corruptos ou melhor (Traficantes de influências), se é o que sabem que isto quer dizer....

Pitão000, antes de mais, como já deves ter reparado sou civil, portanto analiso o assunto por fora. O que aqui relataste é lamentável sem dúvida, mas não estarás a julgar o todo pela parte?
E que sugeres então a um guarda/agente em sérias dificuldades económicas a quem já nem os gratificados bastam (um exemplo, a esposa ficou desempregada)?
avatar
rmss
2º Sargento
2º Sargento

Masculino
Idade : 45
Profissão : Coordenador Recursos Humanos
Nº de Mensagens : 884
Meu alistamento : Aqui podes colocar o ano do teu alistamento!(Facultativo)

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Trabalhar fora da Guarda

Mensagem por BTrânsito41 em Ter 08 Jun 2010, 23:13

Pois eu também tenho alguns exemplos.
Comandantes de Postos e seus adjuntos que só trabalham para a GNR, mas não gastam puto porque é-lhes tudo oferecido. Desde em dias de mercado municipal, passarem por lá de fininho para carregar as malas de diversos produtos, fazerem obras em casa com empreiteiros que oferecem quase tudo, no Natal as ofertas são tantas que têm que dividi-las por alguns familiares se não estragam-se e muito mais havia para contar, mas o que eu sei sabem muitos mais que tambem andam por aqui.
Com isto quero dizer que realmente não têm dois trabalhos, mas usam a farda para não tocarem no ordenado.
A isto mum Posto Territorial não se chama corrupção, é boa vontade da população e era falta de educação não aceitar.
SIMPLESMENTE VERGONHOSO...VÃO MAS É TRABALHAR
avatar
BTrânsito41
Cabo-Mor
Cabo-Mor

Masculino
Idade : 40
Profissão : Guarda
Nº de Mensagens : 329
Meu alistamento : 2002

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Trabalhar fora da Guarda

Mensagem por PITÃO 000 em Ter 08 Jun 2010, 23:20

BTrânsito41 escreveu:Pois eu também tenho alguns exemplos.
Comandantes de Postos e seus adjuntos que só trabalham para a GNR, mas não gastam puto porque é-lhes tudo oferecido. Desde em dias de mercado municipal, passarem por lá de fininho para carregar as malas de diversos produtos, fazerem obras em casa com empreiteiros que oferecem quase tudo, no Natal as ofertas são tantas que têm que dividi-las por alguns familiares se não estragam-se e muito mais havia para contar, mas o que eu sei sabem muitos mais que tambem andam por aqui.
Com isto quero dizer que realmente não têm dois trabalhos, mas usam a farda para não tocarem no ordenado.
A isto mum Posto Territorial não se chama corrupção, é boa vontade da população e era falta de educação não aceitar.
SIMPLESMENTE VERGONHOSO...VÃO MAS É TRABALHAR

Não te deves estar a referir a mim..
No entanto das-me razão, agora tenho mais vergonha ainda, corrupção mais tráfico de influências...

PITÃO 000
Cabo-Excepção
Cabo-Excepção

Masculino
Idade : 42
Profissão : GUARDA
Nº de Mensagens : 108
Meu alistamento : 16-06-1997

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Trabalhar fora da Guarda

Mensagem por PITÃO 000 em Ter 08 Jun 2010, 23:24

rmss escreveu:
PITÃO 000 escreveu:Estive até agora a ver os Post's de uma grande cambada de cromos, que fazem da Guarda um part-time. Gastam mais do que ganham e servem-se da profissão para ´seu beneficio próprio.
È por estas e por outras, que principalmente na Guarda e não tanto na PSP, uma grande parte da população civil pensa que na instituição é só corruptos e o pior é que começo achar que têm razão.
Para quem estver interessado vou meter alguns exemplos reais que vi por onde passei:
- Num dos Postos havia um militar, que vendia papel higiénico de tamanho industrial a empresas e pequeno comércio, inflacionava bastante os preços, e no entanto na primeira abordagem ao cliente fazia questão de se apresentar como GNR e entrgava cartão de visita, um dia um conhecido meu encontrou uma empresa, que conseguia fazer menos 35% a menos, claro que trocou de fornecedor - resultado 03 autos seguidos nostermos do art. 171 do CE, e um dos quais inventado,nem lata teve para dar a cara.
- Nesse mesmo Posto existia outro, que vendia tinta, mais uma vez a abordagem, era feita na qualidade de Guarda que nos tempos livres vendia tinta. A um cliente vendeu tinta para pintar o interior da casa, tudo bem até aqui, só que a tinta não chegou, o cliente pediu que lhe fosse vendida mais tinta com a mesma referencia, ora como o Guarda não tinha a máquina de mistura, tinha-a feito a olho, a nova tinta não tinha a mesma tonalidade, ora o cliente disse que não lhe pagava a tinta pelo valor acordado porque não foi bem servido e teve de fazer alteraçõe à pintura - resultado, 06 autos por estacionamento em 07 dias, todos nos termos do art. 171 do CE, esse mesmo cliente desloca-se ao Posto e pede o livro de reclamações, o militar de atendimento, liga para o Guarda vendedor, ora este Guarda ao ver o rastilho a chegar-lhe ao rabo, e sabendo que eu conhecia o tal cliente, liga-me para casa a pedir que passa-se no Posto e convence-se o homem a não escrever. Claro que falei com a pessoa, mas só porque o Guarda vendedor fez um desconto na tinta para pagar os autos-
- E mais os dois tasqueiros dos Post's anteriores.
Para esse pessoal que só disse mal, apenas posso dizer que tenho vergonha de prestar serviço na mesma instituição desta cambada de corruptos ou melhor (Traficantes de influências), se é o que sabem que isto quer dizer....

Pitão000, antes de mais, como já deves ter reparado sou civil, portanto analiso o assunto por fora. O que aqui relataste é lamentável sem dúvida, mas não estarás a julgar o todo pela parte?
E que sugeres então a um guarda/agente em sérias dificuldades económicas a quem já nem os gratificados bastam (um exemplo, a esposa ficou desempregada)?


Acho que devem fazer como todos os Cidadãos, procurar novo emprego, renogociar os créditos e que não devem ser muitos porque diz o estatuto que o Guarda não deve endividar-se em demasia. E por fim recorrer aos Serviços Sociais da Guarda, têm encontrado soluções para alguns problemas dos Guardas

PITÃO 000
Cabo-Excepção
Cabo-Excepção

Masculino
Idade : 42
Profissão : GUARDA
Nº de Mensagens : 108
Meu alistamento : 16-06-1997

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Trabalhar fora da Guarda

Mensagem por Luisa Baião em Ter 08 Jun 2010, 23:24

olha lá PITÃO 000: diz-me lá qual a Instituição onde não há corruptos e mal intencionados? isso seria um milagre!
Entre 25000 alminhas querias que todos fossem perfeitinhos? claro , há quem seja capaz de vender a mãe .Isso existe em todo o lado.Na classe de enfermeiros ,médicos ,etc, também há os honestos e os menos honestos.os competentes e os incompetentes.
Esse teu camarada da venda de tintas é um dos menos honestos.mas que diabo! todos são assim?
Não é o facto de esses teus camaradas terem um trabalho extra GNR que são desonestos.São-mo porque são.Se são desonestos no trabalho extra ,também o serão na guarda ou noutro serviço qualquer.
As pessoas ,são ou não são honestas.Este é o meu ponto de vista .
avatar
Luisa Baião
Coronel
Coronel

Feminino
Idade : 85
Profissão : Aposentada da enfermagem
Nº de Mensagens : 18702
Mensagem : só a árvore que produz frutos é que se vê
apedrejada, para deixá-los cair.
A árvore estéril ninguém dá importância.

Meu alistamento : Aqui podes colocar o ano do teu alistamento!

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Trabalhar fora da Guarda

Mensagem por BTrânsito41 em Ter 08 Jun 2010, 23:26

Pitão 000 não posso referir a tua pessoa porque não te conheço de lado nenhum, nem sei quais as tuas funções. Eu só quero que percebas que trabalhar não é roubar. Acho que é preferível quem tem dificuldades financeiras tentar ganhar dinheiro honestamente do que por exemplo ter varias dividas em supermercados e outros sitios na terriola.
Tambem sei que existem esses que tu falas, mas tambem ha os que digo, o mais importante disto tudo é percebermos que não podemos generalizar.
avatar
BTrânsito41
Cabo-Mor
Cabo-Mor

Masculino
Idade : 40
Profissão : Guarda
Nº de Mensagens : 329
Meu alistamento : 2002

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Trabalhar fora da Guarda

Mensagem por BTrânsito41 em Ter 08 Jun 2010, 23:28

Re: Trabalhar fora da Guarda
por Luisa Baião Hoje à(s) 23:24

olha lá PITÃO 000: diz-me lá qual a Instituição onde não há corruptos e mal intencionados? isso seria um milagre!
Entre 25000 alminhas querias que todos fossem perfeitinhos? claro , há quem seja capaz de vender a mãe .Isso existe em todo o lado.Na classe de enfermeiros ,médicos ,etc, também há os honestos e os menos honestos.os competentes e os incompetentes.
Esse teu camarada da venda de tintas é um dos menos honestos.mas que diabo! todos são assim?
Não é o facto de esses teus camaradas terem um trabalho extra GNR que são desonestos.São-mo porque são.Se são desonestos no trabalho extra ,também o serão na guarda ou noutro serviço qualquer.
As pessoas ,são ou não são honestas.Este é o meu ponto de vista .

_____________________________________________
"O que me preocupa não é nem o grito dos corruptos, dos violentos, dos desonestos, dos sem carácter, dos sem ética... O que me preocupa, é o silêncio dos bons."
Martin luther king


 :bravo:

Muito bem dito
avatar
BTrânsito41
Cabo-Mor
Cabo-Mor

Masculino
Idade : 40
Profissão : Guarda
Nº de Mensagens : 329
Meu alistamento : 2002

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Trabalhar fora da Guarda

Mensagem por rmss em Ter 08 Jun 2010, 23:29

Pitão000, procurar novo emprego??? Mas tens ideia de como isto anda "cá fora"?? E mesmo que recorram aos SS da GNR, não seria preferível, mesmo que temporariamente, encontrarem uma segunda opção? Não só não resolveriam o seu problema como seriam produtivos para o país...??!!
avatar
rmss
2º Sargento
2º Sargento

Masculino
Idade : 45
Profissão : Coordenador Recursos Humanos
Nº de Mensagens : 884
Meu alistamento : Aqui podes colocar o ano do teu alistamento!(Facultativo)

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Trabalhar fora da Guarda

Mensagem por PITÃO 000 em Ter 08 Jun 2010, 23:36

BTrânsito41 escreveu:Pitão 000 não posso referir a tua pessoa porque não te conheço de lado nenhum, nem sei quais as tuas funções. Eu só quero que percebas que trabalhar não é roubar. Acho que é preferível quem tem dificuldades financeiras tentar ganhar dinheiro honestamente do que por exemplo ter varias dividas em supermercados e outros sitios na terriola.
Tambem sei que existem esses que tu falas, mas tambem ha os que digo, o mais importante disto tudo é percebermos que não podemos generalizar.

Estou de acordo, só que existe muito pouco trabalho que não choque com a actividade da guarda, a não ser que seja musico ou cantor ou praticamente dentro disto...

PITÃO 000
Cabo-Excepção
Cabo-Excepção

Masculino
Idade : 42
Profissão : GUARDA
Nº de Mensagens : 108
Meu alistamento : 16-06-1997

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Trabalhar fora da Guarda

Mensagem por BTrânsito41 em Ter 08 Jun 2010, 23:38

Mais uma vez não concordo. Simplesmente temos que ser sérios, a partir daí podemos fazer quase tudo. O principal é saber separar o trigo do joio...
avatar
BTrânsito41
Cabo-Mor
Cabo-Mor

Masculino
Idade : 40
Profissão : Guarda
Nº de Mensagens : 329
Meu alistamento : 2002

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Trabalhar fora da Guarda

Mensagem por Casper-pt em Ter 08 Jun 2010, 23:39

Acho que devem fazer como todos os Cidadãos, procurar novo emprego, renogociar os créditos e que não devem ser muitos porque diz o estatuto que o Guarda não deve endividar-se em demasia. E por fim recorrer aos Serviços Sociais da Guarda, têm encontrado soluções para alguns problemas dos Guardas[/quote]

Opá, tu deves estar a brincar com isto...

1º Não podemos fazer como o resto dos Cidadãos PORQUE A LEI NÃO PERMITE!!!!! AINDA NÃO CHEGASTE LÁ????

2º O estatuto diz o quÊ???

Por isto é que esta porcaria não anda para a frente. Tira a cabeça do rabo e acorda para a vida. Alem de ridículo e matarroano só estás a revelar falta de bom censo e duas palas que tens nos olhos....

Minha nossa senhora.... mas este tipo de gajos ainda existe???

Olha, parvo sou eu e os outros em dar-te conversa.
avatar
Casper-pt
Furriel
Furriel

Masculino
Idade : 40
Profissão : GNR
Nº de Mensagens : 441
Meu alistamento : 2000

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Trabalhar fora da Guarda

Mensagem por PITÃO 000 em Ter 08 Jun 2010, 23:44

Olha, parvo sou eu e os outros em dar-te conversa.[/quote]



Tens razão...

PITÃO 000
Cabo-Excepção
Cabo-Excepção

Masculino
Idade : 42
Profissão : GUARDA
Nº de Mensagens : 108
Meu alistamento : 16-06-1997

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Trabalhar fora da Guarda

Mensagem por Roque em Ter 08 Jun 2010, 23:48

Eu fico desapontado quando vejo supostos guardas a falar assim...
avatar
Roque
Aspirante
Aspirante

Masculino
Profissão : Militar da GNR\UI
Nº de Mensagens : 3093
Mensagem : "Their brands were still on fire and their hooves were made of steel"

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Trabalhar fora da Guarda

Mensagem por Luisa Baião em Ter 08 Jun 2010, 23:59

Olha Pitão não fiques sangado ,não te sintas mal .mas faz um favôr repensa no assunto. E não meças todos pela mesma bitola.
Há camaradas teus que vivem com dificuldades. E sabes uma coisa ? há pessoas que orientam melhor o dinheiro do que outras. há os que ganham pouco e sabem gerir e lá vão andando.Mas ,também há aqueles que não é por má gerencia do que ganham.Há os que têm familiares doentes ou desempregados .há os que compraram casa e estão afiltos para pagar a prestação. E cada um sabe de si. E ainda há aqueles que embora não vivam em aperto financeiro aspiram ter um pouco mais .E as pessoas têm direito ,a concretizar sonhos e desejarem um pouco mais.Desde que não se seja desonesto ,o trabalho dignifica o ser humano.
avatar
Luisa Baião
Coronel
Coronel

Feminino
Idade : 85
Profissão : Aposentada da enfermagem
Nº de Mensagens : 18702
Mensagem : só a árvore que produz frutos é que se vê
apedrejada, para deixá-los cair.
A árvore estéril ninguém dá importância.

Meu alistamento : Aqui podes colocar o ano do teu alistamento!

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Trabalhar fora da Guarda

Mensagem por PITÃO 000 em Qua 09 Jun 2010, 00:11

Luisa Baião escreveu:Olha Pitão não fiques sangado ,não te sintas mal .mas faz um favôr repensa no assunto. E não meças todos pela mesma bitola.
Há camaradas teus que vivem com dificuldades. E sabes uma coisa ? há pessoas que orientam melhor o dinheiro do que outras. há os que ganham pouco e sabem gerir e lá vão andando.Mas ,também há aqueles que não é por má gerencia do que ganham.Há os que têm familiares doentes ou desempregados .há os que compraram casa e estão afiltos para pagar a prestação. E cada um sabe de si. E ainda há aqueles que embora não vivam em aperto financeiro aspiram ter um pouco mais .E as pessoas têm direito ,a concretizar sonhos e desejarem um pouco mais.Desde que não se seja desonesto ,o trabalho dignifica o ser humano.

a voz da razão e a experiencia da vida, mas o que eu sempre quiz dizer é que a profissão, na maioria das vezes entra em conflito com esses trabalhos.
Também conheço bons exemplos, mas são muito poucos, por exemplo o militar que ajuda a esposa na sua pequena oficina de cortinados, nunca ouvi dizer nada desse militar e no serviço nem se nota, faz tudo com execpcional profissionalismo. Mas os restantes são como os exemplos que postei...

PITÃO 000
Cabo-Excepção
Cabo-Excepção

Masculino
Idade : 42
Profissão : GUARDA
Nº de Mensagens : 108
Meu alistamento : 16-06-1997

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Trabalhar fora da Guarda

Mensagem por Luisa Baião em Qua 09 Jun 2010, 00:17

Estás a ver PITÃO000!? afinal, também conheces os bons.
E qualquer de nós, até podemos nem ser dos melhores ,mas , se todos os dias tentarmos melhorar um bocadito...nada mau...
Bom trabalho e boa noite para ti.
avatar
Luisa Baião
Coronel
Coronel

Feminino
Idade : 85
Profissão : Aposentada da enfermagem
Nº de Mensagens : 18702
Mensagem : só a árvore que produz frutos é que se vê
apedrejada, para deixá-los cair.
A árvore estéril ninguém dá importância.

Meu alistamento : Aqui podes colocar o ano do teu alistamento!

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Trabalhar fora da Guarda

Mensagem por smelly em Qua 09 Jun 2010, 00:44

PITÃO 000 escreveu:

Estou de acordo, só que existe muito pouco trabalho que não choque com a actividade da guarda, a não ser que seja musico ou cantor ou praticamente dentro disto...

por acaso nos tempos livres sou musico. toco numa banda musical, e realmente é como diz, não entra rigorosamente nada em conflito com o serviço. ensaio nas horas livres, e vou tocar nas folgas. nisso pode acreditar que tem razao.

contudo, conheço imensos camaradas que tem segundas actividades! o meu proprio pai, camarada nosso, nas horitas livres, dedica-se a agricultura. conheço outros que tem pequenos comércios na aldeia, outros que trabalham na pedreira, etc etc. e garanto-lhe, dou-lhe a minha palavra de honra que todos eles sao militares dignos! no fundo, creio que o camarada esta a querer fazer do guarda uma espécie de "mártir"... o guarda é um homem como os outros! porque ha-de passar dificuldades, podendo viver um pouco melhor, e sempre de forma digna?

a sério, peço a si e a quem pensar como voce, para pensarem melhor sobre este assunto. lamento que conheça camaradas desonestos, mas olhe que sao uma minoria....

um abraço!!
avatar
smelly
2º Sargento
2º Sargento

Masculino
Idade : 32
Profissão : Militar da Guarda Nacional Republicana
Nº de Mensagens : 996
Mensagem : A união faz a força..
Meu alistamento : 2004

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Trabalhar fora da Guarda

Mensagem por sfmt em Qua 09 Jun 2010, 00:48

Vou-lhes dar um exemplo!
Tenho uma loja online de material informatico/telemoveis que funciona unica e simplesmente via web, desta forma questiono? Em que isto mexe com a minha situação profissional? Nunca tenho contacto directo com ninguem fisicamente e so disponibilizo tempo fora do meu horario de serviço e jamais algum dia misturo ou misturarei as coisas....dai pergunto para aqueles que acusam quem tem algo extra???? è errado nalgum sentido? baixa alguma coisa o meu empenho e brio profissional?

Deixem-se de tretas deixem trabalhar quem quer trabalhar para atingir objectivos na vida... e nao critiquem com ignorancia as coisas...
avatar
sfmt
Cabo-Chefe
Cabo-Chefe

Masculino
Idade : 38
Profissão : Militar da GNR
Nº de Mensagens : 290
Meu alistamento : 2001 - Primeiros Guardas do Séc. XXI

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Trabalhar fora da Guarda

Mensagem por sfmt em Qua 09 Jun 2010, 00:51

[quote= ......

a sério, peço a si e a quem pensar como voce, para pensarem melhor sobre este assunto. lamento que conheça camaradas desonestos, mas olhe que sao uma minoria....

um abraço!![/quote]

bem dito e alias acrescento normalmente quem é honesto nao é quem quer trabalhar...mas sim quem não faz nada nem na Guarda nem em lado nenhum...pq quem trabalha seja na guarda onde onde for tem brio e empenho naquilo que faz....


Última edição por Cmdt Geral em Qua 09 Jun 2010, 07:02, editado 1 vez(es) (Razão : Atenção: não é permitido colocar 2 mensagens seguidas no mesmo tópico. Utiliza a função editar. CG)
avatar
sfmt
Cabo-Chefe
Cabo-Chefe

Masculino
Idade : 38
Profissão : Militar da GNR
Nº de Mensagens : 290
Meu alistamento : 2001 - Primeiros Guardas do Séc. XXI

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Trabalhar fora da Guarda

Mensagem por Casper-pt em Qua 09 Jun 2010, 01:58

PITÃO 000 escreveu:Estive até agora a ver os Post's de uma grande cambada de cromos, que fazem da Guarda um part-time. Gastam mais do que ganham e servem-se da profissão para ´seu beneficio próprio.
È por estas e por outras, que principalmente na Guarda e não tanto na PSP, uma grande parte da população civil pensa que na instituição é só corruptos e o pior é que começo achar que têm razão......
...
....- Nesse mesmo Posto existia outro, que vendia tinta, mais uma vez a abordagem, era feita na qualidade de Guarda que nos tempos livres vendia tinta. A um cliente vendeu tinta para pintar o interior da casa, tudo bem até aqui, só que a tinta não chegou, o cliente pediu que lhe fosse vendida mais tinta com a mesma referencia, ora como o Guarda não tinha a máquina de mistura, tinha-a feito a olho, a nova tinta não tinha a mesma tonalidade, ora o cliente disse que não lhe pagava a tinta pelo valor acordado porque não foi bem servido e teve de fazer alteraçõe à pintura - result estacionamento em 07 dias, todos nos termos do art. 171 do CE, esse mesmo cliente desloca-se ao Posto e pede o livro de reclamações, o militar de atendimento, liga para o Guarda vendedor, ora este Guarda ao ver o rastilho a chegar-lhe ao rabo, e sabendo que eu conhecia o tal cliente, liga-me para casa a pedir que passa-se no Posto e convence-se o homem a não escrever. Claro que falei com a pessoa, mas só porque o Guarda vendedor fez um desconto na tinta para pagar os autos-
- E mais os dois tasqueiros dos Post's anteriores.
Para esse pessoal que só disse mal, apenas posso dizer que tenho vergonha de prestar serviço na mesma instituição desta cambada de corruptos ou melhor (Traficantes de influências), se é o que sabem que isto quer dizer....




Coerente do inicio ao fim... lol... é o que temos.
avatar
Casper-pt
Furriel
Furriel

Masculino
Idade : 40
Profissão : GNR
Nº de Mensagens : 441
Meu alistamento : 2000

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Trabalhar fora da Guarda

Mensagem por Conteúdo patrocinado


Conteúdo patrocinado


Voltar ao Topo Ir em baixo

Página 2 de 3 Anterior  1, 2, 3  Seguinte

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Voltar ao Topo

- Tópicos similares